Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro


 

Porto Velho,  s√°b,   16/dezembro/2017     
COLUNISTA: Gessi Taborda

Em Linhas Gerais: pacote de maladades para servidores da Assembleia

13/04/2011 04:20
taborda@enter-net.com.br
 
  
OS MELHORES

Se ficar confirmado o burburinho ouvido entre servidores de carreira da Assembléia legislativa nessa semana, o ex-deputados Carlão de Oliveira e Amizael Silva (falecido) continuarão no topo do ranking dos melhores presidentes do legislativo rondoniense em termos de respeito e reconhecimento aos servidores da Casa.

Depois de Carlão de Oliveira, os servidores enfrentaram um longo período de desapontamento diante da abertura do baú de maldades que serviu para implantar um sistema bem no estilo fascista, onde funcionou uma implacável “comissão do ponto” numa demonstração de que até mesmo os deputados não passavam de oficeboys de luxo, sem autonomia sequer para comandar seus gabinetes.


ESCANTEADOS

Uma fonte muito próxima do Palácio Getúlio Vargas segredou-me que entre os próximos escanteados pelo governador rondoniense Confúcio Moura estão asseclas do DEM que em Rondônia caminha para a deterioração com as adesões que o PSD, partido lançado pelo prefeito paulista Gilberto Kassab, deve receber no estado. Em nosso estado o DEM na verdade não evoluiu. Vai mais uma vez chegar ao um novo ano eleitoral sem nenhuma liderança importante para disputar o poder municipal nas principais cidades do estado. No governo recentemente iniciado coube ao DEM apenas cargos do segundo escalão que, de acordo com a fonte, serão tomados para acomodar gente do próprio PMDB ou da cota pessoal do governador.


AVISO IMPORTANTE

Hoje é o último dia para os eleitores que deixaram de votar numa das últimas eleições e não justificaram sua ausência regularizar seu título eleitoral. Quem estiver nessa situação deve procurar um cartório eleitoral para resolver a pendência. Quem não fizer isso até o dia de hoje deverá ter o seu título eleitoral cancelado. É claro que com a degringolação da política brasileira vale pouco a pena votar em qualquer candidato, todavia o cancelamento do título tem muitas outras implicações, como impedimentos para prestar concursos públicos, contrair empréstimos em bancos oficiais, viajar ao exterior e várias outras coisas.


OAB DISCUTE CÓDIGO

Será no auditório da Faculdade São Lucas o debate que a OAB-RO, presidida pelo jurisconsulto Hélio Veira, fará sobre o novo Código Florestal Brasileiro. Para participar desse evento o presidente Hélio Vieira está convidando liderança dos produtores, sindicais, entidades ligadas às questões da terra e do meio-ambiente e advogados de todo o estado. O debate acontecerá nos dias 15 e 16 (sexta e sábado), durante o II Seminário Amazônico sobre Seqüestro Florestal de Carbono e Mudanças Climáticas.

Ao destacar a importância da participação dos advogados, Hélio Vieira acentuou que “a matéria é de extrema importância, porque envolve a realidade de quem vive na região amazônica e é um tema que deve ser abordado amplamente porque atinge interesses mundiais. É importante que os advogados estejam antenados com o assunto”, sublinhou.


CONCURSO ENROLADO

Candidatos que prestaram concurso para diversas funções do Hospital Regional de Cacoal cobram uma manifestação do estado diante do que consideram um desrespeito da Funcab (Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt), entidade contratada para a realização do concurso público. Entendem os candidatos que uma questão (a de nº11) foi formulado de forma errônea e por isso deveria ser eliminada.

A candidata Keila de Oliveira Rodrigues Silva, enfermeira, buscou na justiça o direito de ser empossada dentro de sua colocação no concurso público, diante de uma decisão judicial favorável ao entendimento dos candidatos considerando sem validade a questão suspeita.

Segundo essa candidata, a Funcab insiste em não cumprir uma decisão judicial e nem o governo se manifesta sobre o assunto. Ela espera que a tal Funcab seja impedida de realizar outros concursos no estado e espera um decisão rápida da própria Justiça que acaba sofrendo desgaste com a insistência da Funcab em não dar importância a decisão do Juiz.


PIJAMA NELES

Se depender da vontade do deputado Euclides Maciel, a quase totalidade dos oficiais superiores da PM terá de deixar a tropa e vestir o pijama o mais rapidamente possível. O assunto foi o tema do discurso do parlamentar tucano na tribuna da Assembléia na tarde de ontem. O parlamentar brandiu em seu tronitroante discurso diplomas legais que, na sua opinião, estão sendo desrespeitados para manter a continuidade de oficiais com mais de seis anos em funções de comando na tropa.


MUITAS MORTES

Usando números estatísticos sobre o volume de acidentes de trânsito na BR-364, o deputado Lorival Amorim fez um apelo para que as autoridades rodoviárias façam alguma coisa no sentido de diminuir o número crescente de mortes e invalidez decorrentes dos acidentes. Ora, faltou ao parlamentar apresentar sugestões claras para diminuir os números dessas estatísticas macabras que, com o aumento crescente no volume de tráfego, deverá aumentar ainda mais até o final do ano.


LICITAÇÕES FAJUTAS

É bom “empresários” acostumados a dar endosso a licitações fajutas no nível da administração municipal começar a coçar a cabeça, segundo uma fonte muito bem postada no segmento policial. Essa fonte disse que deverá ser desencadeada em Rondônia uma operação para pegar esses espertinhos que agentes públicos para montar a fraude nos procedimentos licitatórios na prestação de serviços e fornecimento de produtos direcionando o certame para a contratação de “gente amiga”, pessoal que sempre ganha os contratos altamente lucrativos. Muita gente conhecida poderá ganhar reluzentes algemas como pulseiras.


MUNDO MALUCO

Um hondurenho de 19 anos cortou o pênis porque queria ser mulher, segundo o boletim médico do hospital para onde foi levado, informou a imprensa local nesta quarta-feira (13). "Na ânsia de pertencer ao sexo feminino, o rapaz amputou completamente o pênis e, por isso, tivemos que fazer um reparo e acondiconar o órgão', contou ao jornal La Tribuna, o chefe de urologia o Hospital Escola, Dennis Chirinos. "Nós o deixamos urinando como ele queria, tendo que sentar no vaso como uma mulher”, explicou Chirinos.


SEM GARANTIAS

O ainda deputado David Chiquilito Erse ficará numa situação difícil ao ser defenestrado da Assembléia para dar lugar ao ficha suja Marco Donadon. Dessa vez ele não deverá atiçar o fogo da sucessão municipal em Porto Velho, porque o seu partido, do PCdoB não está propenso a tê-lo como candidato. É até possível que os “comunistas” sejam convidados a compor com partidos mais importantes na disputa pela prefeitura da capital rondoniense. Se isso acontecer, a cúpula não cogita colocar David como uma alternativa de vice. Se continuar fazendo política à sua maneira, David Chiquilito terá de se contentar com a disputa de uma cadeira na Câmara Municipal, para onde não pensava mais em retornar.


COMPANHEIROS FIÉIS

Político interessado em fazer carreira chegando ao píncaro do poder não deveria abandonar ao largo do caminho amigos e companheiros de longa jornada. Vai acabar descobrindo que não passa de delírio essa idéia de fazer política sozinho e cuidando apenas dos interesses de sua pequena curriola. E depois não adianta o escapismo de imaginar falando a linguagem dos anjos.


RETORNANDO

Estou fazendo o máximo esforço para colocar em circulação até o dia 27 a versão impressa do Imprensa Popular, o polêmico jornal editado pelo colunista e com distribuição gratuita em Porto Velho. Como sempre, há enormes barreiras a superar, sobretudo a maneira não republicana usada por certos chefetes políticos acostumados a usar o dinheiro público para cooptar, amestrar e manipular parcela da mídia.


E AI GOVERNADOR?

É competência do governador nomear e demitir seu secretariado. Mas isso desagrada os deputados estaduais. A simples menção de que Confúcio vai modificar a composição de seu time de primeiro escalão virou um estopim de explosões feitas contra ele nos pronunciamentos dos deputados. Até Jesualdo Pires, que teve o apoio de Confúcio na pretensão de se tornar presidente da Assembléia, fez críticas pesadas ao governador. “Estou preocupado e não concordo com a maneira como o governador Confúcio Moura está conduzindo a possível troca de secretários de sua equipe de governo. Para mim, o que menos importa é quem vai assumir o cargo. Não pode é ficar desgastando secretários, através de informações pela internet, de que haverá mudanças dentro de 10 ou 20 dias. Se o governador pensa em trocar, que troque”, sublinhou o deputado do PSB.


ATÉ O CACHORRO
Hermínio continua desancando os absurdos de Rondônia. Ontem ele falou sobre o número de seguranças pagos pelo estado para o ex-governador e agora senador Ivo Cassol, pedindo a revogação da lei que consagra este absurdo: A lei disponibiliza dezoito policiais exclusivamente para a segurança de ex-governador e ironizou: “tem segurança até para o cachorro do Cassol”, concluiu.


Nenhum comentário sobre esta coluna

Mais colunas de Gessi Taborda
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13


Últimas Matérias
Publicidade: