Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  ter,   21/novembro/2017     
cartas

DRT e a revista picareta

9/9/2004 14:24:36
Bianor Salles Cochi, de Porto Velho
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 Prezado Senhor,

Em raz√£o de mat√©rias veiculadas na coluna “Em Linhas Gerais” deste seman√°rio, na edi√ß√£o de 26/07/2004 a 01/08/2004, cuja c√≥pia vai anexa.

Solicito maiores informa√ß√Ķes sobre a referida den√ļncia com o intuito de, de posse dessas informa√ß√Ķes, apurar e adotar medidas contra irregularidades proventura (sic) existentes, al√©m de providenciar a orienta√ß√£o do p√ļblico externo contra eventuais a√ß√Ķes ilegais de terceiros contra o bom nome desta Institui√ß√£o e seus servidores.

Esta Delegacia do Trabalho est√° enviando of√≠cio √† ASMITER solicitando informa√ß√Ķes e alertando quanto √† eventuais irregularidades supostamente praticadas por pessoas alheias ao quadro da DRT.

De qualquer maneira, a ASMITER √© a associa√ß√£o de servidores √† qual oficiamos no sentido de darmos conhecimentos de Vossas den√ļncias.

No aguardo de resposta da ASMITER e ap√≥s apurar o que V. S¬į alegou, solicitamos desde j√°, direito de resposta em que, com fundamento f√°ticos e legais, esclareceremos que a DRT nada tem a ver com a comercializa√ß√£o da citada revista, que fica a cargo da ASMITER.

Certo de Vossa compreens√£o, antecipadamente agradecemos.

Bianor Salles Cochi

Auditor Fiscal do Trabalho - Delegado Regional

NOTA DA REDAÇÃO

O senhor Bianor Salles Cochi, Delegado Regional do Trabalho em Rond√īnia, deve procurar maior informa√ß√Ķes sobre a picaretagem praticada pela tal “Revista Amiter” com os editores da tal publica√ß√£o. Se quiser mesmo investigar, deve entrar em contato com o Sindicalista Valdemar dos Santos, citado na mat√©ria veiculada por Imprensa Popular, do Sindicato dos Trabalhadores nas Ind√ļstrias da Madeira, Cer√Ęmica, M√°rmores e Similares do Estado de Rond√īnia, para ver quais empresas que contribu√≠ram com a tal “revista” e deixaram de ser fiscalizadas. Em nenhum momento Imprensa Popular citou que a DRT tinha alguma participa√ß√£o direta ou indireta nesse esquema de “convencer” empres√°rios a anunciar numa publica√ß√£o que ningu√©m sabe e ningu√©m viu. Certamente o senhor Bianor h√° de concordar que um crach√° de fiscal da DRT no peito dos “corretores de publicidade” √© um forte argumento at√© para empresas que nunca anunciaram nas publica√ß√Ķes regulares dar a sua “contribui√ß√£o” a tal revista. E tem mais: essa modalidade de “faturamento publicit√°rio” √© aplicada por outras entidades ligadas a outras institui√ß√Ķes p√ļblicas, n√£o s√≥ de car√°ter federal.


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: