Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   2/julho/2020     
reportagem

Coca-Cola vai responder processo aberto pelo Ministério da Justiça

14/10/2004 08:48:27
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



A multinacional terá de responder denúncias de prática de preços predatórios. 


 A Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça decidiu nesta quinta-feira abrir processo administrativo contra a Coca-Cola e a empresa Spal Indústria Brasileira de Bebidas, para apurar possíveis práticas anticoncorrenciais no mercado de refrigerantes. A SDE acolheu parte da denúncia apresentada pela empresa Ragi Refrigerantes Ldta, fabricante do refrigerante de marca Dolly.

Os técnicos da secretaria entenderam haver indícios, que devem ser analisados mais profundamente, de tentativa de fechamento do mercado aos concorrentes "por meio de cláusulas de exclusividade no fornecimento de insumos para a fabricação de refrigerantes ou na imposição de interrupção de fornecimento de insumos a determinados fabricantes", destaca o relatório.

As denúncias de prática de preços predatórios, divulgação de e-mail com informações inverídicas e patrocínio de fiscalizações públicas por parte da Coca-Cola feitas pela Ragi foram arquivadas. A Coca-Cola e a Spal serão agora notificadas e terão o prazo de trinta dias para apresentar defesas à SDE.


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: