Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   25/agosto/2019     
reportagem

HB sem Raios-x superlota policlínica municipal. Doentes esperam mais de 30 dias pelo exame

1/4/2005 15:27:15
Por Aldrin Willy
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Sem previsão de conserto, o aparelho quebrado de Raios-X do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro (HB) sobrecarrega o serviço no Posto de Saúde Dr. Rafael Vaz e Silva. Para tirar as chapas, os pacientes têm de agendar o exame com mais de um mês de antecedência. 


 Quando chegam à recepção da Policlínica Dr. Rafael Vaz e Silva – na Rua Jaci Paraná, Bairro Mato Grosso – os pacientes que procuram por exames de Raios-X recebem uma notícia desagradável e surpreendente: a radiografia de que precisam só poderá ser tirada no mês seguinte.

As pessoas se dizem surpresas, pois jamais imaginavam que teriam de esperar mais de um mês para conseguir as chapas de Raios-X. Isso porque, segundo elas, a propaganda da Prefeitura veiculada nos meios de comunicação, informando sobre melhorias na saúde do município, nada diz sobre a longa espera pelo serviço.

A propaganda informa que, entre outras coisas, “o serviço de Raios-X do Posto de Saúde Rafael Vaz e Silva agora funciona das 7h até meia-noite”. Quando ouvem isso, muitos pacientes pensam que, chegando no posto, em alguns minutos estarão com a radiografia nas mãos. Bem, não é o que acontece.



SISTEMA SOBRECARREGADO

Foi o que descobriu Antônio, de 75 anos, terça-feira passada (22/3). Como mora no bairro São Francisco – distante cerca de 10 km da policlínica – e tem dificuldade para andar, o idoso saiu de casa cedo, ajudado pelo irmão.

Ao chegar no posto de saúde para tirar as duas radiografias que seu médico lhe pedira, o ancião teve o nome colocado numa lista de espera junto a dezenas de pessoas. A funcionária do posto informou-lhe que terá de esperar até o dia 28 de abril – daqui a 38 dias – para tirar as radiografias.

A mesma funcionária disse à reportagem (que acompanhou o caso) que o serviço de Raios-X está sobrecarregado por culpa do Hospital de Base, cuja máquina de radiografia está quebrada e sem previsão de reparo. Com isso, todas as pessoas que normalmente iriam ao HB para tirar suas radiografias são encaminhadas para a policlínica que, segundo ela, não tem capacidade para atender tanta demanda.

A atendente confirmou a informação da propaganda municipal de que o serviço de radiografia da policlínica funciona das 7h até meia-noite – 18 horas diárias. Mesmo assim, explicou ela, o número de atendimentos varia muito, pois há radiografias que podem demorar até 45 minutos, ou mesmo 1 hora.



HB SEM RAIOS-X

Ouvido por Imprensa Popular, o diretor do Hospital de Base, médico Amado Rahal, admitiu estar com a máquina de Raios-X quebrada. Segundo ele, o equipamento está com um defeito cujo conserto só é feito em São Paulo. Devido a isso, ainda não há previsão de reparo.

“Mas o Pronto Socorro João Paulo II [que funciona ao lado do HB] está com seu aparelho de Raios-X funcionando corretamente”, explicou Rahal. Ele contestou a informação de que os pacientes do Hospital estão fazendo suas radiografias no Rafael.

“Os pacientes internados no HB tiram seus Raios-X no João Paulo, esses não dão trabalho para o posto de saúde Rafael. Agora, as pessoas que chegam aqui só pelo Raio-X são encaminhadas para a policlínica. São pessoas, na maior parte, de Porto Velho mesmo”.

Para compensar a Prefeitura pelo aumento da demanda, Rahal disse ter emprestado um técnico ao posto de saúde e que os radiologistas do HB estão ajudando no exame das radiografias.

Quanto à demora para tirar as radiografias, Rahal estranhou o tempo informado pela funcionária do posto de saúde. “O aparelho de Raios-X da Policlínica Rafael Vaz e Silva só tira radiografias simples, que demoram, no máximo, 15 minutos para serem feitas. Para demorar 45 minutos ou até mais que 1 hora só se for no caso da radiografia contrastada. Mas essa, só nós fazemos”.


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: