Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   5/agosto/2020     
reportagem

Ivo Cassol liquida a fatura em 1º de outubro

17/9/2006 20:49:14
Por Imprensa Popular
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Se nenhum fato novo ocorrer daqui até o final do mês, o governador Ivo Cassol será reeleito no primeiro dia de outubro, sem a necessidade de um segundo turno. 


 Como Imprensa Popular sempre afirmou em suas páginas, o governador Ivo Cassol é o primeiro mandatário (que palavra!) de Rondônia com todas as chances de se reeleger. As pesquisas, mesmo as menos confiáveis, demonstram isso claramente.

Nunca houve – por paradoxal que possa parecer – um governador que enfrentou oposição mais cerrada, inclusive de importantes segmentos da mídia, especialmente da chamada mídia eletrônica. Mesmo assim, desde que assumiu, Cassol teve sua liderança ameaçada por quem quer que seja, nem mesmo quando parlamentares tentaram armar uma arapuca, através de um “laranja” de um deputado que, em dado momento, colocou a mulher num cargo importante do governo, para cassá-lo.

A pesquisa ISTOÉ/DATABRAIN, divulgada na edição da revista Isto É, que chegou às bancas no último sábado (9), confirma a reeleição de Ivo Cassol (PPS) no primeiro turno. Ele tem 56% da intenção de votos. do governador Ivo Cassol (PPS). O resultado da pesquisa é semelhante aos números apresentados pelos institutos Alvorada (56,5%) e Ibope (57%), que recentemente realizaram sondagem no Estado, e também confirmaram a vitória de Cassol no dia 1º de outubro.

LANDO ESTÁ NA 4ª POSIÇÃO

A diferença entre Cassol e o segundo colocado é de mais de 42%. Na segunda posição aparece Fátima Cleide (PT) com 14%, seguida de Carlinhos Camurça (PSB) com 10,3%, Amir Lando (PMDB) com 9,7%, Adilson Siqueira (PSOL) com 2% e Edgar do Boi (PSDC) com 1,1%. O número de indecisos é o menor já registrado em sondagens no Estado, apenas 2,5%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 2 a 4 de setembro nos municípios de Porto Velho, Ji-Paraná, Ariquemes, Vilhena, Jarú, Rolim de Moura, Ouro Preto, Guajará-Mirim, Pimenta Bueno, Espigão, Presidente Médici, Alta Floresta, Buritis, Machadinho, Colorado, Nova Brasilândia, Cerejeiras e Alvorada com 820 eleitores e margem de erro de 3,5% para mais ou para menos. Foi registrada no TRE sob o número 2599- Classe 16.

SENADORES


Na disputa a uma vaga ao Senado, a sondagem da Isto É repete projeções feitas pelos institutos Alvorada e Ibope. A vantagem é de Expedito Júnior (PPS) com 32,2%. Melki Donadon (PMDB) e Acir Gurgacz (PDT) estão tecnicamente empatados. O primeiro registra 19,6% e Acir, 15,2%. José Augusto (PRTB) tem 7,8% e Marcos Sussuarana (PSOL) aparece com 3,8%. O número de indecisos é de 8%.

Cassol agradeceu o apoio do povo de Rondônia e afirmou que, mesmo com uma grande vantagem perante seus adversários, não existe eleição ganha. “De maneira alguma achamos que a eleição está ganha, não podemos nos deixar envolver por um clima de já ganhou e esquecermos de trabalhar. Isso não é do meu feitio. Nossa campanha é pé no chão e, dessa maneira, não descansaremos até a vitória”.


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: