Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  ter,   21/novembro/2017     
opinião

Até aonde vai a paixão do povo pelos pilantras

23/5/2008 10:02:29
Pompílio Brito
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Desta vez ou vou assistir a propaganda eleitoral. 


 Eu juro que já tive asco com a propaganda eleitoral na televisão. Garanto ter passado sem assistir praticamente nada da última campanha eleitoral. Mas, como sou um assistente contumaz das novelas, e numa delas a Bia Falcão, que era vilã, acabou se dando bem no final, prometi assistir a campanha eleitoral desse ano. Eu quero ver até onde a admiração deste povo por pilantras vai. Quero ver o final da novela “Corrida à Prefeitura”. Acho que vou gostar. Primeiro, porque eu não preciso prestar atenção no que cada personagem/candidato diz, já que todos dizem a mesma coisa. Todos são honestos e competentes. Todos têm o passado limpo e o futuro comprometido com os interesses da população.

Certamente, o que me entreterá na campanha eleitoral será a produção de cada personagem. Dizem que o prefeito já contratou uma produção digna de Hollywood. Aliás, como Roberto Sobrinho ficou chique! Nada lembra aquele líder sindical pobre, de gestos grotescos, mal-vestido e que debaixo de um sol quente liderava paralisações contra o governo. Hoje, ele mais parece um banqueiro de tão bem vestido. Nosso prefeito não tem nada a ver com aquele sujeito que morou no Quatro de Janeiro, numa casa humilde, sem carro, tendo de sobreviver com salário miserável. Está tão chique que nem anda mais na rua, que nem freqüenta mais os barzinhos populares. Hoje ele é rico, mora numa mansão invejável do Jardim das Mangueiras. Não gosto, mas acho que será fácil esse Sobrinho se manter na mamata da prefeitura. Para quem tem se safado de todos os pecados, como a utilização desenfreada do dinheiro público custeando publicidade promocional a torto e a direito, sem ao menos atrair para si os vigilantes olhos do Ministério Público, será moleza convencer este povo a lhe dar mais 04 anos de mordomia.

Difícil será para o Garçom. Este vai ter de abraçar muita gente do povão para tentar neutralizar a força do milhões que a prefeitura distribui nos programas do tipo bolsa família para o povo faminto, que certamente vota com o estômago.

O Garçom é muito mais simpático do que o Sobrinho. O povo gosta disso. Mas até que me provem o contrário, o povão gosta é de coisa que tem cara de dinheiro. E isso Sobrinho vai te de sobra. Ele não foi, na verdade, o pior prefeito de Porto Velho. Até porque a capital rondoniense nunca teve um desses prefeitos porretas que existem em outras capitais. Sobrinho não fez nada de importante, não modificou a cidade. Mas fez propaganda, acertos com a iniciativa privada e maquiou alguns símbolos de Porto Velho.

E tudo isso certamente vai ganhar uma roupagem triunfalista na produção televisiva da propaganda do prefeito. Interessante: o Garçom é do tipo popular mas é também conciliador. Não faz declarações contra o prefeito, não briga, não bate na administração que está ai. Afinal, quem vai bater em Roberto Sobrinho? Será o professor Adilson Siqueira, do PSOL?

David Chiquilito com certeza não fará esse papel. É bonitinho demais, embora agora se proclame comunista. Alguém tem de tirar votos do Roberto Sobrinho para impedi-lo de vencer logo no primeiro turno. O Adilson fica falando de coisas difíceis, como Plano Diretor, Educação, Saúde, quando o povo quer é circo. Certamente quem mais está próximo dessa realidade é o jovem médico e deputado Alexandre Brito, mas ele tem tudo para ser um candidato como nós, meros espectadores. E os espectadores não são importantes nessa estória.

De qualquer maneira, esse vou assistir toda a novela. Vou rir, chorar, acreditar na honestidade de um, repudiar a cara-de-pau do outro e no final constatar nada acontecerá de empolgante. E o jogo de intrigas servirá para que os deslumbrados de agora continuem ganhando o dinheiro que deveria ser destinado a transformar verdadeiramente essa cidade em benefício de todos. Mas, pelo que vejo, a cidade de todos continuará sendo apenas um slogan de quem ocupar a nossa prefeitura.


Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: