Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   13/agosto/2020     
política

Prefeito continua usando propaganda oficial para autopromoção e MP não faz nada

17/6/2009 14:18:47
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



O que deveria ser uma simples convocação para quem está apto a receber a escritura de seu terreno, acabou se transformando numa peça publicitária destinada a promover politicamente o prefeito do PT. 


 

A divulgação de material publicitário com o intuito de promoção pessoal e partidária paga com o dinheiro do contribuinte tem sido a praxe do prefeito Roberto Sobrinho, de Porto Velho. Não é preciso ser um expert em legislação para perceber, com facilidade, que o prefeito não dá a menor importância para vedação desse comportamento pela Constituição Federal e pelo artigo 36 da Lei 9.504/97.

Um segmento onde o prefeito usa e abusa da tática da promoção pessoal usando o disfarce de uma suposta propaganda institucional é o do que ele batizou como “maior programa de regularização fundiária” do país.

Os marqueteiros que trabalham a imagem do prefeito laboraram agora mesmo, mais uma vez, a transformação da propaganda institucional em propaganda partidária subliminar, paga com o dinheiro do povo, a um custo altíssimo, veiculada maciçamente pelas redes de TV e outras mídias.

Aquilo que deveria ser apenas um comunicado ou uma convocação às pessoas atendidas pelo tal programa de regularização fundiária urbana, virou uma peça promocional que busca superestimar serviços que supostamente estariam sendo realizados, como se estivesse proporcionando à população vantagens pela gestão pessoal do prefeito e de seus companheiros de partido no nível da administração federal.

A nítida intenção de se promover pessoalmente está registrada na aparição do próprio Presidente Lula que na sua última visita à Capital faz discurso elogiando o prefeito de seu partido.

É tão clara a intenção de promover o partido e a o prefeito da capital, que o tal programa de regularização de lotes é divulgado como um sucesso social da gestão do PT que deve receber elogios de todos.

Uma análise isenta dessa propaganda disfarçada de convite para um ato onde estará instalado um palanque partidário, com a presença da Ministra Dilma Roussef, pretensa candidata do PT à presidência da República na eleição do próximo ano, leva à constatação de uma propaganda eleitoral extemporânea, onde está mais do que evidente a intenção do prefeito Roberto Sobrinho em fortalecer eleitoralmente o nome de dona Dilma, fixando desde já uma imagem positiva da mesma junto ao povo de nosso estado.

 

CADÊ O MP?

Não dá para entender como o Ministério Público parece não estar nem ai com o que o prefeito dessa capital rondoniense faz. É claro que a propaganda difundida macissamente na televisão, convidando o povo para comparecer no dia 19 num campo de futebol do bairro Socialista, onde a Ministra Dilma vai estar presente é uma claro desrespeito às normas legais. Mas, pelo que parece, em se tratando de PT e de Roberto Sobrinho, tudo pode e ninguém se vê na obrigação de preservar o cumprimento da lei.

Chefiando a administração num cenário onde não existe oposição, a publicidade paga com o dinheiro público pelo prefeito serve para cooptar boa parte da imprensa (só recebe mídia paga pela prefeitura veículos alinhados com o projeto político do PT e do prefeito, a chamada “imprensa amestrada”). A publicidade que deveria ter cunho meramente informativo e educacional, vem sendo sistematicamente manipulada no uso privado da pessoa do prefeito Roberto Sobrinho ou do seu partido.

Interessante é que nem mesmo partidos que deveriam cumprir um papel de Oposição demonstram coragem de desmascarar esta farsa da publicidade, que tanto custa aos contribuintes de Porto Velho e é distribuida como benesse aos que aceitam o papel de áulicos dessa lamentável gestão.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: