Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sáb,   31/outubro/2020     
política

Incra promete melhorias para assentamentos de Pimenta Bueno

15/7/2009 20:27:46
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

Durante a etapa do Mutirão Arco Verde Terra Legal realizada no final de semana em Pimenta Bueno, o superintendente do Incra/RO, Carlino Lima anunciou para os assentamentos não emancipados do município – Eli Moreira e Caladinho - a titulação de 463 famílias em 2009, a contratação do serviço de assessoria técnica e o georreferenciamento das parcelas.
Segundo o superintendente, essas ações demonstram um importante compromisso do órgão com a população rural, uma vez que proporcionará acesso a diversos programas da reforma agrária às famílias assentadas, como o crédito habitação, Pronaf, obras de infra-estrutura e titulação definitiva. Além disso, afirmou, “a mobilização presente neste mutirão representa uma unificação das políticas públicas, uma junção de forças para alavancar o desenvolvimento sustentável da região”.
Em Pimenta Bueno, foram totalizados no mutirão 7.069 atendimentos, o que corresponde a mais de 21% da população do município. As ações promovidas envolveram capacitação, emissão de documentos, acesso a benefícios previdenciários, dentre outros serviços realizados pelo estado e município.
 
Terra Legal
 
O programa Terra Legal Amazônia é uma das ações do Mutirão, promovido pelo MDA/Incra, voltado para a regularização fundiária em áreas não devolutas da União. Durante este primeiro final de semana de cadastramento, Pimenta Bueno contabilizou 182 cadastros.
Para o agricultor Aparecido Barbosa de Siqueira, de 77 anos, que fez o cadastro do lote onde mora há 22 anos, o Terra Legal é “um alento” para o povo.  “Tá todo mundo desorientado. Se vai fazer um financiamento, exige o CCIR (documento de cadastro da terra). De primeira não tinha isso”, afirmou o agricultor referindo-se à exigência do documento para a obtenção de crédito rural.
O Mutirão é parte de uma série de políticas e ações públicas de estímulo a um modelo de produção sustentável, prevenção e combate ao desmatamento e à grilagem de terras na Amazônia Legal. Até o final de outubro, três caravanas vão percorrer os 43 municípios que registram os maiores índices de desmatamento. Em Rondônia, foram atendidos os municípios de Porto Velho, Nova Mamoré, Machadinho d´Oeste e Pimenta Bueno. É uma mobilização do Governo Federal envolvendo 13 ministérios, autarquias, empresas e bancos públicos. Nos nove primeiros municípios do país atendidos pelo Programa, iniciado no dia 19 de junho, foram prestados 74.039 serviços de cidadania.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: