Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   17/outubro/2019     
artigos

Artigo: "Vento da Floresta"

29/8/2009 15:03:53
André Galvão de França
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

Há momentos na vida que são mágicos apenas por acontecerem. Ouvir pela primeira vez um samba do Cartola, assistir um gol explosivo do Rivelino, o nascimento dos filhos, o beijo na morena apaixonada, os encontros e reencontros com pessoas queridas ou o Brasil pujante acontecendo e resolvendo suas injustiças sociais.

Mágica é a filiação de Marina Silva ao PV. Acontece no domingo, dia 30 de agosto em São Paulo e produz um efeito no imaginário da população semelhante, mas diferente, da época em que o Brasil sonhava com as eleições diretas, com a democratização do país, as eleições de FHC e Lula, que em seus governos promoveram transformações reais no país.

Marina Silva traz o legado de Chico Mendes, desbravador do debate ambiental no Acre, estado pequeno e gerador de heróis nacionais. Chico Mendes enfrentou a Amazônia sertão. Pistoleiros e madeireiros comandavam o território de populações que lá nasceram ou se instalaram para gerar a riqueza da borracha. Propôs um modelo de desenvolvimento sustentável da extração da seiva das seringueiras que envolvia toda a população local, mantendo a floresta em pé. Pagou com a vida e faleceu antes de concretizar sua ida ao PV.

Marina Silva completa a biografia de Chico Mendes, lidera o debate pela preservação da Amazônia, pauta mundial, com passagem pelo Ministério do Meio Ambiente que lhe dá experiência nas contendas preservação e desenvolvimento. Traz em sua conduta ética esperança de um Brasil mais transparente e respeitador da lei. Alimenta o sonho da igualdade, utopia que move a humanidade desde a Revolução Francesa e que fundamenta a construção do estado democrático.

No grupo que coordenará os passos de Marina Silva para o grande debate de 2010, figuras emblemáticas como Alfredo Sirkis, fundador do PV, vereador no Rio de Janeiro e pioneiro na implantação de ciclovias como alternativa de transporte, Fernando Gabeira, fundador do PV e Dep. Federal, João Paulo Capobianco, SOS Mata Atlântica, Eduardo Jorge, secretário do Meio Ambiente da cidade de São Paulo, ex-constituinte e responsável por avanços na legislação constitucional para as políticas na saúde, José Luiz Penna, fundador do PV e vereador em São Paulo , além do nosso deputado federal José Paulo Toffano, algo inédito na política local, pois Jaú terá pela primeira vez um coordenador de uma campanha presidencial.

O Gilberto Gil já cantou que o sonho acabou, mas Marina Silva mostra que a humanidade é capaz de surpreender a si própria. Pensávamos que estávamos fadados a um destino nacional equacionado nos gabinetes de Brasília, mas surge um vento da floresta para alimentar o desejo da transformação, da preocupação com aquela que não é, mas deveria ser a principal questão a ser pensada na formulação das políticas - a preservação do planeta - garantia de futuro para nossos filhos e próximas gerações.

Vem Marina vem cantar, vem Marina nos falar, vem Marina brasileira, morena dizer ao Brasil a novidade da política, que pensa no homem, na natureza e no desenvolvimento do país.

 (*) André Galvão de França é secretário de Cultura e Turismo de Jaú.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: