Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  ter,   21/novembro/2017     
entrevista

Ministro diz que Brasil recebe excesso de dólares por ser mais atrativo

10/10/2009 21:12:23
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

O fato de o Brasil estar saindo da crise financeira internacional com grande “atratividade” para os mercados internacionais é que tem atraído o interesse dos investidores estrangeiros.

A avaliação é do ministro da Fazenda, Guido Mantega, ao comentar ainda que pressão sobre o câmbio
tem ocorrido por causa da abertura de capital de algumas empresas, como a que foi realizada na quarta-feira (7) pelo Banco Santander, de US$ 8 bilhões. “É a maior operação dessa natureza do mundo. O problema é que ela implicará na entrada de capital externo. Então, isso trará uma pressão momentânea. Um excesso de dólares”.

Mas o governo, disse o ministro, está atento para identificar movimentos anormais no câmbio, “e tomará as medidas cabíveis para evitar problemas para a economia brasileira”.

Mantega adiantou ainda que não gosta de uma valorização excessiva do real, mas concordou que isso está dentro das regras, pois, segundo ele, o Brasil é “hoje um país mais forte, mais sólido e mais cobiçado pelos outros capitais”.

Segundo ele, o pais está pagando o preço de ser o mais bem sucedido no combate à crise mundial e por estar se recuperando mais rapidamente que os outros países, mas enfatizou que o governo não pretende alterar o regime cambial, que é flutuante.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: