Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  ter,   18/janeiro/2022     
política

Valverde é o novo presidente regional do PT

23/11/2009 16:36:29
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Ele faz parte da tendência que tem como líder José Dirceu. 



Clique para ampliar

O PT realizou neste domingo o Processo de Eleições Diretas – PED, para direções nacional, estaduais e municipais. Os filiados de todo o país votaram das 9h às 17h. Em Rondônia, Eduardo Valverde foi eleito, já no primeiro turno, com 59% dos votos. Em Porto Velho eleito em primeiro turno, Tácito Pereira, com 82%.

Tácito, comenta que a participação dos filiados e filiadas do PT/RO foi fundamental para as eleições internas do partido. Mostrando assim o interesse e o amadurecimento do PT no que se refere à democracia interna.

“Foram feitos diversos debates antes de acontecer as eleições, com a vitória de Eduardo Valverde para presidente do PT estadual o Partido dos Trabalhadores de Rondônia sai unificado”, enfatizou Tácito Pereira, atual presidente do PT de Porto Velho.

Conforme Tácito Pereira o PT/RO agora discutirá as eleições de 2010 com um ato no dia 12 de dezembro em Ji-Paraná. Em Rondônia o PT tem em torno de 13.500 filiados e 9.700 aptos a votar no PED.

NOVO BRASIL

O deputado Eduardo Valverde faz parte da tendência “Construindo um Novo Brasil” que em outros tempos era identificada como “Articulação” e “Campo Majoritário”, sempre comandados por José Dirceu.

Aqui, como se vê, a tendência continua seguindo a orientação de Dirceu que segue Lula na preferência por Dilma Rousseff, como candidato à sucessão presidencial.

A vitória de Valverde aqui em Rondônia sinaliza que o partido está aberto a todas as tendências e alianças possíveis para se vencer as eleições. Eles são pragmáticos e entendem que na campanha o que vale é ganhar.

A nova cúpula terá, claro, dificuldades no Estado. Primeiro porque o próprio Valverde é um dos nomes que postula a indicação do partido como candidato ao governo do Estado.

Gostaria, claro, de uma aliança com o PMDB, mas o partido de Valdir Raupp jura que a idéia da candidatura própria é irreversível e que o prefeito de Ariquemes, Confúcio Moura, é o candidato praticamente definido. Para romper essas barreiras, certamente Valverde vai ter de chamar aqui no estado o seu guru, José Dirceu. Mas nem ele, ao que parece, não conseguirá por do lado dos petistas o PMDB na posição de coadjuvante.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: