Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   13/outubro/2019     
artigos

A terrível crônica da realidade

26/1/2010 17:00:50
Confúcio Moura
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
Nem sei por onde começar. Tantos são temas que vem à cabeça neste instante. AVATAR. HAITI. CAOS NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA. ENCHENTES EM SÃO PAULO. O REENCONTRO COM TOTA E ROSIMEIRE. CHILE. VENEZUELA. ELEIÇÃO 2010.

Quando vejo aqueles negros desesperados no Haiti eu me remeto na hora à escravidão no Brasil. Dá-me um aperto no peito. Uma dor. Como se fosse uma agulha enfiada no boneco vodu e me dói aqui. E dói mesmo. Não tem quem não sofra por eles. Não tem quem não deixe uma lágrima no canto do olho. Não tem quem não se cale por alguns segundos. Dói fundo. O sofrimento esmagando a dignidade humana.

 

No entanto, o Haiti já vinha penando dores e sangues. Já estava no fundo do poço. Não há sofrimento que ainda não possa piorar. E piorou ao extremo. Para piorar ainda mais só mesmo o holocausto da natureza tal qual o dilúvio ou tremores de terras continuados. Mas, ainda é possível piorar ainda mais. Chegar ao infinito dos limites dos padecimentos humanos. No ultramar da penúria.

 

HOPE FOR HAITI NOW. Está no Youtube. A música pelo Haiti. O twitter em movimento de doações permanentes. Brad Pitt e Angelina Jolie doaram 1 milhão de dólares, outros artistas também. Cantores e artistas do mundo inteiro mobilizam-se em shows espetaculares cantando o Haiti para mundo. E a música é mesmo internacional. Só ela bate forte nos corações.

 

E lá estão os negros. Os mesmos que vieram escravizados para o Brasil. Como subgente. Abaixo dos animais irracionais. Dizimados sob o manto da legalidade, tridimensionalmente espancados, nascidos exclusivamente para servir e que mesmo assim, mais forte ficou por dentro, a ira da subordinação. O canto engolido e fundo. As crenças nunca apagadas e a arte remotamente expressada.

 

O Haiti é a aqui. Disse Caetano. E é verdade. O Haiti é aqui. Porque este Brasil brasileiro, do Flamengo e do Corinthians também se desponta, embora não se queira falar, com duas ou três caras bem diferentes. De forma que só uma aparece no foto. As outras estão por baixo do tapete. As enchentes de São Paulo, as de Blumenau e as tormentas da costa de Santa Catarina. O que ocorreu em Angras dos Reis. E nem se fala do que se passa com os índios sempre escorraçados e dizimados.

 

Para se ter uma idéia foi exterminada cerca de 4 milhões de indígenas brasileiros entre o descobrimento e século XIX. O Haiti é aqui porque nas regiões metropolitanas há guetos e favelas. Na Amazônia os ribeirinhos também escrevem a tragédia da exclusão social. Alguém já disse que o Brasil é uma berlíndia (Bélgica e Índia), mas, usando a música mais parece uma berlaiti (Bélgica e Haiti).

 

Aqui e lá estamos em Avatar. Cheios de humanóides que queremos exterminar. Porque já estamos em franca e efetiva operação de desmonte do nosso povo também. Quando um belo país, de Airton Sena, Zerbini, Cafu e Popó, piora ainda mais a sua educação fundamental, para onde queremos ir? Senão para o fim do mundo? Que política é esta que se descontrola tanto, e vai-se afundando, um Titanic afundando, e pode sumir, submergir e mais o que era tão ruim pode piorar. Tal qual o Haiti que já sofria e é capaz de sofrer ainda mais. A educação brasileira piorou. Desceu ladeira abaixo e está no 88º lugar entre os países. Pior do que o Paraguai. Pior do que a Bolívia. É o pior dos piores. Nem falo Argentina e Chile que são céus de brigadeiros na educação quando se compara com o Brasil.

 

Na cabeça do povão a educação está uma beleza. E a eleição de 2010 está por um triz. Quem terá coragem de falar na educação. Porque educação não dá voto. Cristovam Buarque pode dizer do alto de sua cátedra. Não dá voto porque o povo acha que ela está a mil maravilhas. É o tema mais importante de todos. O povo acha que não. Que está pra lá de Bagdá. E aí – fala ou não fala?

 

O Chile entrou mais uma vez no contraditório da América Latina. Enquanto uns e outros elegem superesquerdistas, o Chile diz o contrário, elege um superdireitista. Que com certeza será convertido em social democrata porque o Chile está bem composto politicamente e economicamente. Não tem espaços para mudanças radicais num país equilibrado. O Sebastián Pinera será uma Michele Bachelet de calças compridas.

 

Voltando ao tema educação – o caminho é só um – treinar e treinar ainda mais professores. Avaliar os alunos mensalmente. Pagar professores por produtividade. Colocar bibliotecas nas escolas. Educação integral e em tempo integral para todos. Cursos de gestão para diretores. Metas definidas com rigor. Conselho pedagógico forte. Chamar os pais pra dentro das escolas.

 

O Haiti é aqui. Talvez chame o James Cameron para meu publicitário. E a Venezuela segue a passos largos para o precipício anunciado. Vamos salvar os nossos humanóides do Haiti e daqui. Tota e Rosemeire falo na próxima semana. 

(*) Confúcio Moura é prefeito do município de Ariquemes (RO).




Comentários (1)
ELOGIO

Parabéns Dr. Confúcio.<br> Já disse um leitor em outro "site", realmente honras o nome aque tens ! <br> Não é confete. Aliás em amigo não joga isso e nem necessário é.<br> Efetivamente o Sr. tocou profundo, e seu linguajar chega ao ao povo. E, o povo merece deleitar com uma leitura de peso, como a produzida. Grato por ter me lembrado. O Brasil, está em 88º. no quesito "educação". Santa Tartaruga... <br> Lembro-me quando criança, todos brincávamos de professor/aluno com irmãos, irmãs. Era o objetivo. <br> E hoje ... Economista, Informática, etc. De médido "não pooode" !<br> O Brasil já foi, como dizem dos bacharéis (época anterior até Getulio), Castrense (64 pem diante), dos sociólogos ! ... <br> Agora vivemos como dizem no "Estado Democrático de Direito". Com esse STF., aí. <br> É ruim ...<br> Com essa a "trupe" que está no poder ...<br> É pior...<br> Enquanto ao povo não for devidamente esclarecido! Os princípios que nortearam a Revolução Francesa (Liberté, Fraternité, Igualité)... <br> Nada melhorará.<br> Pois Deus não bnunca chama os capacitados...<br> CAPACITA OS CHAMADOS ! <br> Ariquemes parabéns por ter um Prefeito à altura. <br> Só elogios. <br> Em relação à outros municipios, não tenho condições de falar. <br> E, não costumo tecer comentários sem conhecer a realidade de perto. <br> Moro em Porto Velho(atualmente). O cargo me impõe, e gosto daqui também.<br> Sergio

Sergio Barbosa - Porto Velho/ RO.
Enviado em: 29/1/2010 12:20:43  [IP: 187.53.15.***]
Responda a este comentário

Mais Notícias
Publicidade: