Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sex,   27/novembro/2020     
cidades

Ceron divulga prejuízos referentes às fraudes no consumo de energia

9/2/2010 07:52:50
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Na coletiva de hoje (9) além de falar das perdas, a Companhia apresentará a nova campanha de combate ao furto de energia elétrica no Estado de Rondônia. 



Clique para ampliar

Nesta terça-feira, 09, a Centrais Elétricas de Rondônia – Ceron, realiza uma entrevista coletiva de imprensa para divulgar os números relacionados às perdas totais (perdas técnicas e não-técnicas, ou comerciais) da empresa no consumo de energia no estado de Rondônia relativos a 2009.

O procurador da presidência da Ceron, Inácio Azevedo da Silva, fará a apresentação “Furto e fraude no consumo em energia elétrica em Rondônia”, e vai divulgar também as ações operacionais e campanha de publicidade que vão ser realizadas a partir desta semana.

Entre as ações estão investimentos como a quadruplicação de pessoal para a fiscalização, melhoria das instalações elétricas e ampliação da rede de distribuição urbana (RDU) em 251 quilômetros.

PERDAS

As perdas são a diferença entre a energia que a Ceron adquire junto aos supridores (Eletronorte e pequenas centrais hidrelétricas - PCHs) e a energia que é faturada para os clientes finais. As perdas globais no ano de 2009 foram de 31,6%. Desse total, a região da sede Porto Velho responde por 43,7% das perdas totais; a região central (sede Ji-Paraná), tem índice de 27,6% de perdas e a região sul (sede Cacoal) responde por 16,2% das perdas totais.

As perdas técnicas equivalem a 10% dos 31,6%. São associadas ao transporte de energia elétrica pelas redes de transmissão e distribuição.

Já as perdas não técnicas ou comerciais foram de 21,6%, tem origem na comercialização de energia elétrica e estão associadas a furtos, fraudes e desvios. Essas perdas ocorrem por comportamento inadequado do consumidor através de acesso não autorizado à rede de energia elétrica ou a utilização de meios fraudulentos que não permitem o registro correto do volume consumido de energia.

Com a intensificação das ações de combate ao furto a companhia pretende recuperar até 2011 um terço da energia que atualmente é perdida, o que equivale ao abastecimento de uma cidade do porte de Ariquemes por um período de um ano.

Entre as irregularidades mais detectadas pela Ceron estão: fraudes no medidor de energia para manipulação do consumo, desvios de energia com ramais passando por fora da medição, ligações clandestinas sem o conhecimento da concessionária de energia e auto-religações em unidades consumidoras que estão com o fornecimento de energia suspenso.




Comentários (1)
Muito caro

É certo que a população não dever fazer "gato" nas suas ligações de energias, mas deveria haver uma discussão sobre o preço muito alto da energia fornecida no Estado de Rondônia, onde temos energia limpa, produzida na Hidrelétrica de Samuel. Assim, o preço poderia ser mais em conta.

Kall da Atlantida - Porto Velho/ RO.
Enviado em: 11/2/2010 21:04:01  [IP: 189.74.55.***]
Responda a este comentário
Energia é cara: causa são os gatos

Bom, pelo que sei a Aneel é quem determina a tarifa. E para isso as perdas comerciais contribuem para o cálculo dessa tarifa.Ou seja, mais gatos=energia mais cara. Ressalto que quem faz gato faz para desperdiçar energia. Em geral, a população reclama que é cheio de gatos, mas quando a fiscalização aparece são os primeiros a ter irregularidades para gastar mais pagando menos!!!

Kamilla - Porto Velho/ RO.
Enviado em: 12/1/2011 16:08:57
 [IP: 189.2.128.***]


Mais Notícias
Publicidade: