Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  ter,   21/novembro/2017     
entrevista

Presidente da Fiero classifica Rondônia como coração da América do Sul

9/2/2010 07:56:08
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Denis Bau fez esta afirmação ao analisar o cenário da logística de transporte do país para os próximos anos. 



Clique para ampliar

Ao destacar as potencialidades do estado de Rondônia, durante a reunião sobre a atualização e revisão do Plano Nacional de Logística e Transporte (PNLT), que ocorreu nesta semana, na capital rondoniense, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia, Denis Roberto Baú, enfatizou com muita propriedade que “Rondônia é o coração da América do Sul”.

As palavras do presidente do Sistema FIERO ganharam ainda mais peso com o discurso do secretário de Política Nacional de Transporte do Ministério dos Transportes, Marcelo Perrupato que complementou com o pronunciamento de que Rondônia além de ser o coração da América do Sul, “pulsa como o verdadeiro coração”.

Os depoimentos de ambos estão fundamentados na economia pujante do Estado que tem recebido empresas líderes de mercado instaladas na capital Porto Velho, no crescimento do parque industrial, ou seja, Rondônia desponta como um dos mais prósperos estados desta nação pela sua vocação de desenvolvimento e liderança regional.

Ao longo de sua história, o estado atravessa um momento ímpar e extremamente favorável para a integração do setor produtivo nas oportunidades de negócios que se apresentam na nova ordem econômica mundial. Com os novos eixos e corredores rodoviários, as Saídas para o Pacífico e Atlântico – explicou o presidente do Sistema FIERO – Rondônia deixa de ser o “fim da linha” e se posiciona de frente com fortes mercados consumidores, o que favorece o incremento do intercâmbio comercial com os países andinos, asiáticos e América do Sul, considerados como regiões de extremo valor estratégico para o setor industrial.

“A privilegiada e estratégica localização do estado facilita a logística dos produtos manufaturados e matéria prima, abrindo a sua produção industrial rondoniense para o mundo”, observou Denis Baú.

Na concepção de Perrupato, Rondônia também aparece como grande entroncamento da rede ferroviária, sendo transição entre a região Centro Oeste e o meio amazônico. “O modelo de desenvolvimento deste Estado serve de referência ao país”, disse o secretário ao mencionar que Rondônia desenvolve-se ao ritmo chinês.

Diante deste panorama de progresso do Estado, também foi concedido ao Sistema FIERO um espaço no Salão Nobre da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) para a realização da Semana de Rondônia em São Paulo, de 09 a 12 de março.

As potencialidades e as vantagens competitivas de Rondônia serão apresentadas aos empresários paulistas, com a presença do governador do Estado, Ivo Cassol e de grandes empresas que se instalaram no estado e vão comprovar que o momento de crescimento e desenvolvimento que Rondônia vive é real.

Não há dúvidas de que Rondônia consagra-se como terra de oportunidades e Denis Baú assegurou ainda que o Sistema FIERO vem na esteira desse desenvolvimento ao contribuir para a celeridade do atual cenário, com visão de futuro ao transformar e potencializar essas oportunidades em negócios efetivos, de maneira a promover o crescimento da nossa economia e da indústria rondoniense, a partir da geração de emprego e renda.




Comentários (1)
coração sem arterias

sem estradas e como um coração sem artérias.<br> não temos estradas em boas condições,alias não temos estradas que ligam o sul ao norte,primeiro providencie estradas e depois bata no peito , presidente vc exagerando um pouco vc não acha?

roberto - são paulo/ SP.
Enviado em: 27/3/2010 21:04:53  [IP: 201.6.114.***]
Responda a este comentário

Mais Notícias
Publicidade: