Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   8/julho/2020     
cidades

Governo do Estado finaliza recuperação da Estrada da Penal

14/4/2010 18:52:35
Por Nilson Nascimento
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
O Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) encerra nesta quinta-feira (15-04), o patrolamento e encascalhamento da Linha 28 de Novembro, mais conhecida como Estrada da Penal, zona Rural de Porto Velho. São 65 quilômetros a partir do complexo penitenciário até a beira do rio Madeira, beneficiando diretamente as comunidades rurais ao longo da vicinal, a exemplo de Nova Aliança, Aliança, Cujubim, Cujubim Grande, Porto Chuelo.

O diretor-geral do DER, engenheiro Jacques Albagli, destacou que a Estrada da Penal foi recuperada duas vezes neste ano. “Nosso inverno foi bastante rigoroso e as chuvas acabam levando o cascalho das estradas e causando buracos. Em janeiro o Departamento fez uma recuperação emergencial. Desta vez, foi feito patrolamento e encascalhamento dos 65 quilômetros da estrada”, afirmou.

O diretor lembrou, ainda, que o Governo do Estado fez a abertura de 25 quilômetros de estrada de Nova Aliança até o distrito de São Carlos, facilitando o acesso às comunidades do Baixo Madeira. “Antes o acesso até São Carlos só podia ser feito com embarcação, pelo rio Madeira. Agora, os moradores daquela localidade podem ir e vir para a Capital de veículo próprio ou ônibus, a partir de São Carlos, explicou Albagli. Lembrou também que a região de Porto Velho (incluindo Guajará-Mirim, Nova Mamoré, Candeias, Triunfo e a Ponta do Abunã, na divisa com o Acre) tem cerca de 500 quilômetros de linhas vicinais de responsabilidade do Estado, que anualmente são recuperadas pelo DER.

Trabalho iniciado

Nesta semana o Departamento iniciou a recuperação dos 93 quilômetros da RO-420, também conhecida como Linha D, em Nova Mamoré, divisa rondoniense com a Bolívia. Na extensão da rodovia o DER executa também a construção de sete bueiros de concreto (pequenas pontes com até 12 metros de extensão).

FONTE: DECOM-RO



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: