Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   30/setembro/2020     
política

Esse Raupp é uma bola: agora comenta o obvio e ululante como se fosse uma novidade

11/6/2010 17:42:05
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



O Senador que tentará a reeleição reconheceu que Rondônia era um estado pobre, mas não falou que isso aconteceu no seu governo. 


 
O Senador Valdir Raupp não poder nenhuma oportunidade para tentar obter alguma vantagem eleitoral em cima de fatos sobre os quais não teve a menor influência.

Desta vez o senador do PMDB distribuiu nota à imprensa ressaltando sua felicidade pelo resultado do PIB no primeiro trimestre de 2010, verificado pelo IBGE. Diz a nota do senador barbudo: “O anúncio feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de que o Produto Interno Bruto (PIB) alcançou no primeiro trimestre de 2010 um crescimento de 2,7% em relação aos três últimos meses de 2009 motivou o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) a comemorar duplamente. Primeiro pelo resultado em si, que poderá contribuir para que ao final do ano o crescimento do PIB brasileiro supere os 7%, e também pelo fato de Rondônia estar crescendo mais do que o restante do país.

E na sequencia o senador confirma:

- Rondônia era um estado pobre até há pouco tempo. Agora estamos acima da média nacional, apesar de sermos um estado novo, com pouco mais de 20 anos. Estamos prosperando em ritmo acelerado. Isso deve-se também aos investimentos do governo federal que superaram os R$ 30 bilhões - afirmou Valdir Raupp.

O que o senador barbudo de Rolim de Moura não confirmou foi que essa situação de pobreza de Rondônia era verificada exatamente quando cumpria um lamentável governo estadual, quando foram para o beleléu instituições importantes do estado, como o Beron e a Ceron.


INFORMAÇÃO IMPORTANTE

Pelo menos uma informação nessa lenga-lenga distribuida pela assessoria do senador à mídia tem importância para o estado e principalmente para os servidores ansiosos para ver o desfecho final da transposição. Segundo o senador barbudo de Rolim de Moura, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tomará uma decisão sobre o assunto na próxima semana, entre segunda e terça-feira. Ele disse confiar que o presidente sancionará o projeto aprovado pelo Congresso que regulamenta a emenda constitucional que trata da transferência. Raupp concluiu dizendo o seguinte: “Meu sentimento é que se o presidente Lula vetar alguma coisa será pequenos itens que não prejudicarão aos servidores. Terça-feira, dia 15, é o último prazo para acabar com essa ansiedade”.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: