Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sáb,   4/abril/2020     
cidades

Manelão: o general da banda em guerra pela vida

27/2/2011 13:19:46
Por Aldrin Willy
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

O empresário Manoel Mendonça, o “Manelão”, mais conhecido como o “general” da “Banda do Vai Quem Quer”, considerada o maior bloco carnavalesco do Norte brasileiro, está, nesse momento, lutando por sua vida.

O estilo de vida intenso que praticou Manelão desde seus tempos de moço ameaça agora cobrar-lhe o preço. O general sofreu, por volta das 21h de ontem, uma parada cardíaca. Socorrido, no Pronto Socorro João Paulo II, ele teria ficado cerca de cinco minutos sem atividade cardíaca antes de ser estabilizado.

Manelão, sendo homenageado no carnaval de 2006
Manelão, sendo homenageado no carnaval de 2006.


Pouco depois, sofreu um segundo, do qual se recuperou, e, sem seguida, um terceiro infarto, que deixou sua situação dramática. Manelão está, desde essa madrugada, em observação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto Socorro estadual.

Familiares, amigos e simpatizantes da Banda acompanham de perto a situação do general. Segundo boatos que circulam pela cidade, o estado de saúde de Manelão é muito grave. Se ele conseguir sobreviver, sairá com muitas seqüelas, comprometendo fala e movimentos.

Mas sem informações mais precisas no momento, o que quer que se diga será mera especulação. Segundo a equipe médica do JPII, uma entrevista coletiva está programada para as 14h deste domingo, em que os médicos vão dizer o real estado de saúde de Manelão.

A crise cardíaca do general da “Banda do Vai Quem Quer” chega num momento especial para o carnaval rondoniense. Prestes a conduzir a marcha do bloco, que ocorrerá no próximo sábado (5/3), Manelão completaria 30 anos à frente da Banda que, desde o princípio, arrasta milhares de foliões pelas ruas da capital rondoniense.

Desfile da Banda do Vai Quem Quer


O repentino problema de saúde do general é um duro golpe no carnaval de Porto Velho. Há tempos que se diz que os dias de carnaval da cidade só valiam a pena por causa do desfile da Banda, que aglomera, em seu bojo, gente das mais variadas origens.

Manelão ao lado do jornalista Gessi Taborda
O jornalista Gessi Taborda, ao lado do amigo Manelão.
O jornalista Gessi Taborda, amigo dileto de Manelão e um dos que viram a aurora da Banda, recebeu com espanto a notícia do súbito problema de saúde do amigo. “Encontrei com o Manelão na segunda passada [21/2], e ele me parecia muito bem”, diz. “Mas é claro que o Manelão tinha propensão para esse tipo de coisa, considerando, entre outros problemas, a obesidade e sua vida de boemia”.

Fotos: Aldrin Willy




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: