Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   16/julho/2020     
política

Alan Alex: FARRA DE VIAGENS NO GOVERNO CONFÚCIO MOURA

29/3/2011 19:06:26
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 

Terra sem lei

O município de Alto Paraíso, lembrado como a “Capital do Jerico” está se tornando uma cidade sem lei. Diversas denúncias envolvendo a classe política chegam daquela localidade, inclusive casos de assassinatos, como o do vereador Pipi e mais recentemente o do empresário Guerino Cesar de Góes, conhecido como “Cézar da Farmácia”, morto com quatro tiros em frente a suas filhas adolescentes por volta de 19h30min do último dia 17.

Relembrando

Para quem não sabe ou não lembra, a prefeitura de Alto Paraíso foi denunciada por PAINEL POLÍTICO e pelo RONDONIAOVIVO por ter “emprestado” uma licitação onde fez parte a prefeitura de Porto Velho, para a compra de ar condicionados e bebedouros que, segundo o Ministério Público, estavam superfaturados. A compra foi cancelada pelo Ministério Público após a denúncia.

Agora

Vem a morte do empresário, que vinha se consolidando como oposição ao grupo do prefeito Romeu Reolon, que foi deputado estadual, cuja administração vem se mostrando cheia de “esquemas”.

Denúncias

Herbert Lins, presidente do nanico PHS, declarou após o assassinato de Cézar da Farmácia que, “dessa vez o mandante vacilou. Ele teria aproveitado um discurso inflamado na tribuna da Câmara Municipal feito pelo vereador Zé Ceará contra Cézar da Farmácia, e que essa teria sido a causa do crime”. Lins disse ainda que o fato o fez lembrar-se da “discussão que o vereador Silvinho do Jerico teve com o falecido vereador Pipi em plenário, que logo depois foi assassinado brutalmente com a mesma característica do crime do que vitimou Cézar.

Suspeitos

Por enquanto tudo está no campo da desconfiança. Muitos acreditam saber quem é o mandante e de acordo com notícias que chegam daquela região, seriam pessoas ligadas a grupos políticos adversários. De qualquer forma, a polícia ainda não apresentou nenhum resultado, o que é preocupante. Difícil acreditar que em uma cidade tão pequena como Alto Paraíso ninguém tenha sido apontado oficialmente como suspeito ou mandante do crime.

Pior

É a sensação de insegurança e impunidade que paira na cidade. A população está apavorada com a falta de ação da polícia e principalmente pelo fato de mandante e executor continuarem circulando livremente pelo município. Tem coisa muito errada nessa história e cabe ao Ministério Público agir com rigor na apuração desses crimes. O crime que resultou em morte do vereador Pipi, por exemplo, foi arquivado sem que ninguém tenha sido preso ou indiciado. O caso de Cézar da Farmácia, pelo visto, segue para a mesma gaveta. Isso tem nome, irresponsabilidade e falta de compromisso com a população.

Até por que

Não podemos permitir que em Rondônia tenhamos regiões dominadas por pistoleiros ou grupos mafiosos. E se medidas sérias e drásticas não forem tomadas agora, a situação tende a piorar. E muito. Daqui a pouco estarão matando promotores, juízes, desembargadores e outras autoridades. O melhor remédio contra esse tipo de gente é cadeia e punição. Doa a quem doer.

Confuciando

Enquanto prega economicidade em seu blog, onde a Nova Rondônia é perfeita, o governador Confúcio Moura larga o pau a autorizar viagens de seus assessores a todos os cantos do País. Do Oiapoque ao Chuí a turma já andou visitando. E as desculpas são diversas, de participação a eventos a cursos de capacitação e reuniões ditas importantes. Enquanto isso, o Estado continua exatamente na mesma situação.

Em família

A irmã do governador, Cláudia Lucena Aires Moura, por exemplo, esteve em Brasília entre os dias 16 a 18 de março “onde visitou para conhecimento de modelos de gestão de Shopping Cidadão”. Logo em seguida, no dia 23 de março, voltou a Capital Federal para “participar do Fórum Nacional de Secretários de Estado de Assistência Social”. No primeiro caso, a viagem foi custeada pelo governo (diárias) na segunda vez, o edital diz que foi “sem ônus” para os cofres públicos. Tem caroço nesse angu.

Claro

Que em determinados casos viagens são necessárias, mas a coisa anda beirando o absurdo.

Recuou

Após a repercussão negativa e a total falta de amparo legal, o governo resolveu desistir de gastar o dinheiro da “publicidade emergencial”, que foi feita para justificar “campanhas institucionais”. É que ninguém do governo teve coragem para assumir o B.O. Por lá, todos sabiam que a coisa iria feder, e por isso decidiram abrir licitação regular, que está prevista para acontecer na próxima sexta-feira, 01.

Colapso

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Seccional Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil, advogado Pedro Alexandre Assis Moreira aponta que dos 81 itens apontados pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos como pontos a serem melhorados no presídio “José Mário Alves” (Urso Branco), apenas oito foram cumpridos. No Ênio Pinheiro a situação não é diferente. Imagens chocantes das condições a que são submetidos os apenados foram divulgadas pelo site O Combatente e demonstram a total falta de responsabilidade das autoridades com o setor.

Descaso

Os banheiros estão com os vasos entupidos, as celas imundas, faltando colchões, fiações desencapadas, um cenário realmente deprimente. Rondônia realmente vai ter que dar muitas explicações. Vale ressaltar que essa responsabilidade tem que ser dividida com o governo anterior, que deixou a situação chegar onde está.

Cobrando

O deputado estadual Hermínio Coelho sugeriu que o relatório de 100 dias de governo Confúcio fosse feito por auxiliares do governador na Assembleia Legislativa para que os parlamentares se inteirassem mais das ações que estão sendo feitas pelos diversos setores do governo. O deputado Hermínio, em conversa com o coordenador de Apoio à Governadoria, Vicente Moura e com Cláudia Moura, foi informado de uma série de ações que visam acelerar as ações de governo.

Em Ribeirão Preto

A convite da Associação Brasileira do Agronegócio de Ribeirão Preto (Abag), o deputado federal Moreira Mendes, presidente da Frente Parlamentar Agropecuária, proferiu palestra na segunda-feira (28) sobre a proposta do novo Código Florestal que está prestes a ser votada na Câmara. Depois o deputado seguiu com seus cicerones para um almoço na famosa choperia Pinguim. Afinal, ninguém é de ferro.

Piso estadual

A Comissão de Ensino Jurídico da Seccional Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RO) se reunirá, no próximo dia 15, em Porto Velho, com representantes das faculdades de direito e do Sindicato dos Professores de Ensino Jurídico, para, juntos, debater pontos para a fixação do piso salarial regional para o professor de direito.

Humaitá

Nos dias 07 e 08 de abril, o município amazonense sedia um encontro regional de prefeitos, onde serão discutidos vários temas, sendo o principal deles as compensações sociais a serem oferecidas pelos consórcios Santo Antonio e Jirau, aos municípios atingidos pela construção das hidrelétricas.

Culpa da mamãe

Um estudo da Universidade australiana de Adelaide indicou que as mães podem ser as maiores culpadas pelas escolhas por comidas gordurosas e cheias de açúcar de seus filhos. De acordo com pesquisa feita em ratos, o feto da fêmeas que seguiam este tipo de dieta apresentaram uma alteração no cérebro, o que fez com que eles dessem preferência para este tipo de comida. A descoberta foi feita a partir da observação de dois grupos de ratos. Durante o período de gestação e lactação, um grupo de fêmeas foi alimentado com ração e outro com comida humana comum, cheia de gordura e açúcar. Após o nascimento, os filhotes de ambos grupos puderam escolher o que iriam comer. O grupo que escolheu a opção menos saudável com mais frequência pertencia ao grupo de mães com o mesmo hábito. Embora a experimentação tenha ocorrido em ratos, o estudo sugere que o mesmo possa ocorrer com seres humanos, ou seja, mães que seguem uma dieta rica em gordura e açúcar durante a gravidez e na amamentação têm mais chances de terem filhos que darão preferência para este tipo de alimento no futuro.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: