Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   13/outubro/2019     
artigos

Medidas do governo colocam em xeque segurança pública

9/4/2011 14:39:46
Alan Alex
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
Desde que alterou a legislação e passou a permitir que qualquer policial, independente do tempo de serviço pudesse assumir cargos de direção na Secretaria de Segurança e Defesa, o governador Confúcio Moura abriu uma crise dentro da polícia civil e quem vem sofrendo com isso é a população.

Retrospectiva

Confúcio está mexendo em uma área extremamente sensível. Bianco tentou fazer a mesma coisa, instituindo cotas, mudando diretores e impondo uma série de medidas, através de seu então secretário, Reinaldo Simião. Não deu certo. Policiais começaram a sabotar as investigações, alegavam falta de combustível e viaturas e deixaram o circo pegar fogo. Foi um verdadeiro caos, que só foi resolvido após a renúncia de Simião.

Repeteco

Agora Confúcio vem implantando políticas similares às de Bianco e as coisas começam a tomar um rumo perigoso. Polícia se faz com vontade. Não são poucos os casos de crimes que foram solucionados graças a esforços pessoais de agentes e delegados. Quando a polícia está motivada, pode faltar gasolina, munição, viatura e até água nas delegacias. O que acontece agora é que os antigos, que conhecem as ruas e “vestem a camisa” estão desmotivados. Os novatos, por mais que se esforcem, não tem rendimento igual ao dos veteranos.

Cotas

O secretário de defesa, Marcelo Bessa determinou esta semana a suspensão dos pagamentos de licença prêmio e licença especial durante o ano e determinou que os servidores que tiverem esse direito deverão gozar a respectiva licença, mas ainda ficam submetidos ao que o chefe da unidade de lotação definir. Claro que em todos os ambientes de trabalho existem diferenças. Dentro da polícia não é diferente, mas é mais grave. Eles andam armados e cuidam da segurança da população. Se o policial está tendo problemas, além dos baixos salários e condições precárias de trabalho, certamente essa situação deverá ter um desfecho nada agradável.

De banda

E o delegado Vitor Menezes, titular da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio disse que as investigações sobre os arrombamentos seguidos de furto de notebooks em veículos ficarão por conta do Serviço de Investigação e Captura das delegacias onde a ocorrência foi registrada e que os dados que interessarem ao processo instaurado na Delegacia Patrimônio serão aproveitados. “Não há necessidade da Patrimônio investigar todas essas ocorrências de furto”.

Só que

O caso do arrombador, flagrado por câmeras de um circuito interno de segurança não foi um fato isolado. Pela ação dos marginais, percebe-se claramente que existe uma quadrilha agindo na Capital. Pior ainda é que a polícia conhece todos os envolvidos, mas eles continuam soltos.

Epidemia

Com a divulgação do caso, centenas de vítimas relataram, através de comentários postados nos sites que divulgaram o vídeo, casos similares. Alguns casos são verdadeiros arrastões, onde os ladrões roubam cinco, dez carros de uma vez. Essa é uma modalidade de crime relativamente nova em Porto Velho. Falta bem pouco para começarmos a ter ladrões assaltando em semáforos. E a polícia, assim como o governador Confúcio, acham que tudo está dentro da normalidade.

Alto Paraíso

Na terça-feira, 18, acontece a partir das 11 horas na Câmara Municipal de Alto Paraíso uma audiência pública com o secretário de Defesa, Marcelo Bessa. O objetivo é buscar informações sobre os crimes ocorridos na cidade nos últimos tempos, até agora sem solução, como a morte do vereador Pipi e do comerciante César da Farmácia.

Só em maio

E o Tribunal de Justiça resolveu adiar para a segunda sexta-feira de maio o julgamento do concurso público para agente penitenciário, suspenso desde que um candidato, portador de deficiência física, entrou com uma ação alegando não ter, no edital, vagas reservadas a portadores de necessidades especiais. O julgamento, que havia iniciado na manhã desta sexta-feira, foi interrompido após um pedido de vistas pelo desembargador Renato Mimessi. Claro que esse adiamento deixou os mais de 3 mil aprovados, tremendamente irritados com a demora do judiciário.

Prejuízo

Os aprovados já estariam no segundo mês de academia, se não fosse por essa ação judicial. O candidato Valdinei Vespthal impetrou mandado de segurança e obteve liminar que suspendeu o concurso que contrataria agentes e sócio-educadores.


Mas


A liminar, ainda de 15 de fevereiro, para quem não sabe ou não lembra, só foi concedida porque a secretaria de Administração não enviou as informações solicitadas pelo desembargador Eliseu Fernandes sobre a quantidade de vagas para portadores de necessidades especiais.

Urgência

A demora do Tribunal de Justiça em resolver essa questão que se arrasta há quase dois meses provoca prejuízos para o Estado, já que atualmente quem cuida dos presídios é a Polícia Militar, em conjunto com agentes penitenciários. O mais grave é que nesse jogo de empurra perde o estado, perdem os candidatos e principalmente perde a população, que fica com o contingente de policiais menor nas ruas. E a vida segue.

Reajuste


Ivo Cassol concedeu 23,5% de reajuste para os servidores públicos durante os oito anos de seu governo. Confúcio anunciou um reajuste de 6% nesta sexta-feira. Vamos ver se ele mantém essa “generosidade” no decorrer de seu mandato. Aos secretários ele queria dar 25% de uma tacada só. Os dados referentes aos reajustes concedidos por Cassol são da Sead.

Câncer x Álcool


Cerca de 1% dos casos de câncer em homens e de 3% em mulheres é atribuível à ingestão de álcool, revela um estudo realizado em oito países europeus. Os resultados da pesquisa, publicados na revista científica British Medical Journal (BMJ), revelam também que pelo menos 40% dos casos de câncer atribuíveis à ingestão de álcool se dão em indivíduos que superam habitualmente os limites recomendados de consumo diário de bebidas alcoólicas.

A pesquisa, dirigida pelo epidemiologista alemão Madlen Schütze, foi realizada em França, Itália, Espanha, Reino Unido, Holanda, Grécia, Alemanha e Dinamarca. Os resultados estão baseados nas estimativas de risco de um estudo sobre câncer e nutrição, o Epic, realizado entre 1992 e 2000 com 520 mil pessoas com idades entre 35 e 70 anos escolhidas ao acaso em dez países europeus e nos dados sobre consumo de álcool da Organização Mundial da Saúde (OMS). A pesquisa se centrou em 363.988 homens e mulheres incluídos no Epic, que responderam a um questionário sobre sua alimentação e seu estilo de vida.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: