Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sáb,   4/abril/2020     
cidades

Eletrobras Distribuição Rondônia (Ceron) esclarece dificuldades

29/4/2011 19:57:31
Por Assessoria
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 


 
Através do Procurador da Presidência, Inácio Azevedo, a Eletrobras Distribuição Rondônia, vem a público esclarecer que a empresa compartilha com as preocupações da administração municipal e da população em geral de Porto Velho, no que diz respeito à agilidade das obras de remanejamento de suas redes de energia elétrica, com o propósito de permitir as obras de infra-estrutura de transportes na Rodovia BR 364 em Porto Velho – Rondônia, a cargo da Prefeitura Municipal de Porto Velho.

A despeito do compartilhamento da preocupação, é preciso mencionar que os remanejamentos de redes de energia elétrica mencionados, envolvem uma série de órgãos públicos, cada um com suas responsabilidades e que, muitas vezes, não há como avançar com a rapidez necessária, pelas dificuldades reais existentes, não por falta de interesse das partes.

Após várias reuniões realizadas entre técnicos da Eletrobras Distribuição Rondônia, representantes da administração municipal e empresa contratada para a realização das obras cíveis, dividiu-se a obras em vários trechos, objetivando a não paralisação total das obras em decorrência do não remanejamento das redes de energia.

O 1º trecho, compreendido entre a Faculdade Faro e a Av. Guaporé, considerando que tínhamos de contratar empresa para a execução de todas as obras de remanejamento das redes o que demandaria tempo e a necessidade urgente, da empresa de engenharia, contratada para a execução das obras de drenagem e asfaltamento, a Eletrobras Distribuição Rondônia executou com suas equipes de manutenção todos os remanejamentos necessários, deixando o trecho mencionado, livre para as demais obras.

Para execução das obras de remanejamento dos alimentadores em 13,8kV e 34,5kV entre a Av. Guaporé e Av. Campos Sales, que corresponde aos 2º e 3º trechos, esta empresa contratou através de processo licitatório uma empresa (contrato 091/2010), que precisou ser rescindido, sem a conclusão de todo o seu objeto, em função da impossibilidade de liberação de serviços, decorrente da não retirada das interferências, entre elas a conclusão do processo de desapropriação de vários imóveis, sem as quais, tornou-se impossível a definição do novo alinhamento das redes e por consequência os remanejamentos.

No que se refere ao 2º trecho, compreendido entre a Av. Guaporé e o Trevo do Roque, trecho que, caso não tivéssemos interferências como as do galpão construído na altura da Rua Três e Meio e outros, deveria ter sido concluída através do contrato acima mencionado. Como o contrato foi rescindido, já compramos todo o material necessário e estaremos lançando novo processo de contratação, ainda no mês de maio próximo, de mão-de-obra especializada, para terminar todos os remanejamentos necessários.

Quanto ao remanejamento da Linha de Distribuição de 69kV entre o Trevo do Roque e a subestação Areal, a Eletrobras Distribuição Rondônia, lançou processo licitatório que se deu fracassado, refez então o projeto executivo e já aprovou o seu relançamento, cuja perspectiva de publicação do edital de licitação está prevista para a semana de 02 à 06 de maio, com uma previsão de conclusão do seu remanejamento, de 150 dias.

As redes de 18,8kV e 34,5kV entre o Trevo do Roque e a estrada da Areia Branca deverão ser remanejadas na proporção do que forem retiradas as interferências, entre elas as mais de 100 desapropriações declaradas pelo Prefeito Municipal.

Por fim, Inácio registrou que para atender todas as necessidades de remanejamento de alimentadores em 13,8kV e 34,5kV e a Linha de Distribuição de 69kV, a Eletrobras Distribuição Rondônia vai investir, com recursos próprios, algo em torno de 8 milhões de reais, que não estava previsto em seu plano de investimento.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: