Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   9/julho/2020     
reportagem

Número de mortes na BR-364 já ultrapassa índice de 2010

10/9/2011 14:13:03
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
Mais um acidente fatal na BR-364, matou um motociclista na madrugada deste sábado (10). Em uma semana, este é o terceiro acidente e a quinta morte na rodovia federal, no trecho próximo a Porto Velho.

Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) revelam a violência que se encontra no trânsito na BR-364. Nos primeiros seis meses de 2011, os números de acidentes na rodovia já ultrapassam o total registrado no ano passado.

De janeiro a julho deste ano, 64 acidentes resultaram em mortes. No ano passado inteiro, o índice de acidentes fatais foram 54, compara o inspetor responsável pelo setor de comunicação da PRF, Bruno Malheiros. Segundo ele, 45% destes acidentes ocorrem em colisão frontal (batida de frente), em trechos de reta e onde a rodovia está em boas condições de trafego.

“É preciso respeitar as sinalizações onde é proibido ultrapassar”, orienta Malheiros ao destacar que na maioria dos acidentes, os motoristas aproveitam os trechos bons para recupera o tempo perdido nos trechos ruins e acabam somando alta velocidade e ultrapassagens em locais proibidos.

Os perímetros da BR-364, considerados mais perigos pela PRF são os trechos de Porto Velho a Itapuã, Ariquemes a Jaru e Jaru a Presidente Médice.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: