Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   5/dezembro/2019     
cidades

COE se recusou a cumprir ordem de retirada da Comissão das Esposas dos Batalhões

5/12/2011 17:24:18
Por Assessoria / com adaptações
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

Na manhã do último sábado (3), os dois principais Batalhões de Rondônia foram fechados como forma de protesto pelo descontentamento com as negociações do governo com entidades representativas de parte dos militares da categoria. A Comissão das Esposas havia suspenso o movimento reivindicatório iniciado no dia 16 de novembro, diante da promessa do governo de apresentar proposta formalizada que possivelmente atenderia ao anseio da categoria. Na proposta, o governo voltou atrás, diminuindo de 24% para 12% o reajuste oferecido, causando revolta nas esposas dos militares.

O compromisso das associações ASPRA/ASSESFAM/ASSESPOM e ASSFAPOM era que, se o governo votasse atrás, a paralisação seria no dia 19 de novembro, ao finalizar a reunião em todo o Estado de Rondônia, o que infelizmente não ocorreu, pois o governo pediu o prazo de mais uma semana. A ASSFAPOM foi à única que não aceitou. Depois disso, a mesma, ficou proibida, pelas demais entidades, de participar de qualquer outra negociação com o governo. Dias se passaram e a revolta das esposas tornou-se constante, o que as levou a nova paralisação.

Na tarde de sábado, era grande o desencontro de informações. Dizia-se que a COE (Companhia de Operações Especiais) se dirigia para os batalhões com a finalidade de devolver o policiamento a toda a capital. O Comandante Geral, Coronel Cesar, determinou que o Capitão Góes, Comandante da COE, cumprisse tal determinação. Góes, entretanto, teria se recusado a cumprir a ordem.




Comentários (1)
OLHO POR OLHO

E so dar poderes de policia aos professores e funcionarios que foram espancados pelas COE em movimentos de greve que eles resolvem o problema...

KARINA FECHIA - VILHENA/ RO.
Enviado em: 6/12/2011 17:34:27  [IP: 187.4.67.***]
Responda a este comentário

Mais Notícias

23/11/2012 20:12:09 - SINDCONTAS ganha novo portal

Publicidade: