Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   17/outubro/2019     
artigos

Coluna do Taborda: declaração de amor a Porto Velho

23/1/2012 20:11:15
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
GRANDE AMOR

Não sei mais contar quantas vezes disse te amo. Essa declaração, a fiz em vários idiomas e em vários países. Já dediquei também, nas noitadas da minha juventude, crônicas e poesias para você. E ai está o Dadá (Adaides Batista) que não me deixa mentir.

Você é a minha grande dama, o meu grande amor. A você quero cantar hoje parabéns por conseguir continuar viva, crescendo, apesar das constantes agressões sofridas da parte daqueles que se julgam seu dono, tratando-a como mera prostituta, agindo não como seus administradores e sim como eventuais cafetões.

Para você, cidade mal amada, os meus respeitos, a minha saudação, a minha admiração, pela sua resistência, pelos ensinamentos aos seus filhos nestes 97 anos de vida.


ESCOLHER MELHOR

Hoje, neste seu aniversário, certamente a maioria de seus filhos, naturais ou acolhidos pela sua generosidade, reconhece que poderiam ter escolhido melhor o seu gestor, responsável pelos seus recursos, planejando para ti um futuro mais tranqüilo e mais brilhante.

Essa joça lamentável, com apelido de Bob, deixou-a assim, maltratada, mal falada, exaurida, ficando rico, riquíssimo, graças às maquiagens marotas, disfarçando a falta de obras estruturantes. Mas você, Porto Velho, continua forte, capaz de mais uma vez superar as feridas deixadas por aqueles que, ocupando o seu palácio, ficaram ricos sem retribuir sua generosidade com alguma marca indelével de realização, consertando os problemas gerados pelos longos anos de ocupação desvairada.

E mesmo assim, minha cidade, você continua aberta, recebendo todos por 24 como o verdadeiro porto, não mais o “Porto do Velho”, mas o porto das esperanças de todos aqueles que sonham com um porvir melhor.


ASSUSTADA

A cidade, somos nós, os seus moradores. E então dá pra dizer: Ela faz aniversário, assustada com a violência que cresce em seu redor. O mundo cão está cada vez mais entranhado no meio de suas pernas. Enquanto isso, aquele a quem o povo delegou o poder de geri-la, vive no luxo e no glamour dos grandes roteiros turísticos, abusando de sua generosidade.

Agora você, nosso grande amor, pela falta de galerias pluviais, de obras de saneamento tantas vezes prometidas e nunca realizadas, está mais úmida, molhadinha e até encharcada nas periferias. A mesma periferia responsável pela votação que elegeu os vereadores mais incompetentes, mais demagogos, mais dispostos a servir o tal do Bob do que a você, nossa aniversariante de 97 anos.


CORTESÃ

Ai está a nossa cidade, como uma cortesã nem feia e nem bonita, esperando promessas não cumpridas e nem tão pouco investigadas para saber onde foi o dinheiro – por exemplo, o da tal avenida Beira Rio, certamente promessa esquecida pela maioria de seus moradores – que nunca chegou nos seus cofres, surrupiado por quem sentado no seu trono agia como quem roda a bolsinha no “trotoir” da corrupção política.

Você tem tudo para ser uma cidade maravilhosa e isso vai acontecer quando desentupirem suas veias, dotarem-na de vias por onde o trânsito possa escoar com facilidade, quando suas famílias puderem ser felizes, mesmo em tempo de chuvas.


POR AMOR

Esse vai ser o compromisso da grande maioria. Por amor a você, nesse ano nós – os seus amantes – neste ano só votaremos em quem assumir o compromisso de fazer coisas bonitas para transformar em realidade a Porto Velho que tanto sonhamos.

Ainda teremos aqui parques verdadeiros e não esses poucos rascunhos inventados por dirigentes públicos interessados em mantê-la como uma cidade vagabunda, onde não precisa existir praças (de verdade) com arborização, bancos, jardins, banheiros públicos, etc.

Por amor, votaremos em quem nos garanta igarapés limpos, sem a violência da sujeira transformando-os em fétidos canais, obrigando nossos irmãos citadinos, de suas proximidades, tapar o nariz como se estivesse dentro de um desses banheiros de butecos de periferia.

Vamos derrubar, com nosso voto, os aventureiros, na Câmara e Prefeitura, acostumadas a vê-la como mera cortesã de quem sempre é possível tirar algum proveito, alguma coisa. São eles que deixam subir arranha-céus sem pensar na infraestrutura para tanto. São eles os responsáveis por uma cidade sem monumentos, sem busto (nem o marechal Rondon, que deu nome ao estado), sem viadutos, sem pontes, sem enfeites.


FALANDO SOZINHA

Às vezes imagino que nossa cidade fala sozinha. Ela pede para ser uma cidade feliz, contente. E que para isso precisa de cores, de nomes nas ruas (quase todas sem placas), de sistemas modernos no transporte público, de trânsito com fluidez, de equipamentos comunitários, de cultura de verdade.

Numa linguagem que é toda sua, a cidade pede um presente nesse aniversário de 97 anos. Pena que ela vem falando sozinha. Por isso seus maiorais não a escutam. E assim a cidade continua até sem conseguir ficar limpa, sem ter coisas como uma sinfônica, sufocada pelos barulhos de buzinas de seu trânsito caótico.

Um dia a cidade vai cobrar por tanta omissão.


PREOCUPADA

Mais um aniversário. O burgo-mestre vive no bem-bom e não ouve seus gemidos, não escuta os chagados, os que morrem na indigência. Ele, como novo rico, ama a beleza do estrangeiro onde vai esquecer a cinzenta aridez da cidade por onde espalhou sua criação de elefantes brancos.
E de repente a nossa amada e amiga revela sua preocupação. Lembra que nesse ano vai ter eleição e lá vai o seu destino para o jogo novamente; seu santo nome será falado, pisado, sua história revista, criticada. Vários aventureiros tentarão conquistá-la na esperança, também, de conseguir enriquecer-se explorando a prostituição de seu palácio.



Comentários (4)
ANIVERSARIO DE PORTO VELHO

PARABÉNS QUERIDA PORTO VELHO.<br> <br> LEONILDO BEZERRA RECIFE

LEONILDO BEZERRA - Recife/ PE.
Enviado em: 27/1/2012 07:31:16  [IP: 177.17.111.***]
Responda a este comentário
ANIVERSARIO DE PORTO VELHO

Conterraneos TABORDA, uma abraço fraterno do Recife. Sou de Porto Velho: Escola Samaritana, Colegio Duque de Caxias, Escola Normal. Universidade Federal de Pernambuco, Economista. AMO DE CORAÇÃO PORTO VELHO.<br> <br> Leonildo Bezerra<br> <br>

LEONILDO BEZERRA - RECIFE/ PE.
Enviado em: 26/1/2012 19:28:33  [IP: 177.17.111.***]
Responda a este comentário
Trabalho também é uma forma de demonstrar amor

Sei que a cidade está fazendo aniversário e que bom poder festejar com muita alegria e musica, dança, cores e ritmos quentes, com sorriso e satisfação. Mas isso certamente pede algo mais. Que tal além de muita alegria a satisfação de emprego para uma classe da população muito hiposuficiente que precisa de capacitação e qualificação para o mercado de trabalho. E a certeza que tem emprego justo e bem remunerado. O Instituto Pró Cidadania qualifica pessoas com deficiencia para o mercado de trabalho.<br> E no momento tem mais de 90 vagas de trabalho para pessoas deficientes da cidade de Porto Velho e Região. <br> São vagas para recepção, escritório, construção, atendimento ao cliente, informática, protocolo, repositor, garçon, camareira, e outras vagas......<br> Não precisa ter experiência, não tem limite de idade, oportunidade para todas as pessoas deficientes.<br> As pessoas interessadas encaminhar currículos ou contatos para sandra@ipcpe.org.br (11) 3272 9496<br> <br>

Sandra Regina Carvalho Boschilia - São Paulo / RO.
Enviado em: 24/1/2012 14:25:33  [IP: 201.52.226.***]
Responda a este comentário PORTO VELHO

AMIGO TABORDA. FIZ UMA PESQUISA E CONCLUÍ QUE O MAIOR E MAIS AUSTERO PREFEITO QUE PVO TEVE FOI O ENGENHEIRO LUIZ GONZAGA, QUE EM 06 MESES NADA FEZ, MAS NADA ROUBOU.

DELEGADO FIGUEIREDO - PORTO VELHO/ RO.
Enviado em: 23/1/2012 20:41:16  [IP: 187.53.61.***]
Responda a este comentário

Mais Notícias
Publicidade: