Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qui,   23/novembro/2017     
reportagem

Esquema de corrupção envolveria cunhado e mulher do governador Confúcio Moura, afirma denúncia encaminhada à ALE

24/11/2012 21:17:39
 
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



Na próxima semana Assembleia vai abrir CPI para investigar corrupção que envolveria diretamente o governador e sua família. 



Clique para ampliar

O presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, José Hermínio Coelho (PSD), reuniu a imprensa na tarde deste sábado e apresentou documentos que, segundo ele, comprovariam a corrupção envolvendo parentes do governador Confúcio Moura (PMDB), incluindo a primeira dama do Estado , médica Maria Alice Moura, e o cunhado do chefe do Poder Executivo estadual, Francisco de Assis Ramos (foto), casado com Cláudia Moura, secretária de Ação Social.

Segundo a denúncia por escrito recebida por Hermínio, a empresa Multimargem, que trabalhava com empréstimos consignados (desconto em folha de pagamento) a funcionários do Estado, repassou, durante nove meses consecutivos, R$ 1 milhão 350 mil em propina a Francisco de Assis, que, por sua vez, repassaria o dinheiro da corrupção ao próprio Confúcio e a outros parentes do governador.

O dinheiro de um destes cheques, de acordo com denúncia que chegou à Assembleia, teria sido destinado à primeira dama do Estado, a médica Maria Alice Moura. Outros valores foram parar na conta de uma empresa imobiliária, entre outros pagamentos que teriam beneficiado diretamente o próprio governador e sua família.

COMO FUNCIONAVA O ESQUEMA

Conforme a denúncia, a empresa envolvida no esquema de corrupção operado por parentes do governador envolvia a Multimargem – Sistema Inovado de Margem, a qual foi responsáel, durante nove meses, pela liberação das margens de créditos consignados dos servidores públicos do estado de Rondônia aos bancos credenciados.

O faturamento liquido mensal dessa empresa girava em torno de R$ 300 mil. Para ver o seu decreto de concessão assinando, a direção da empresa foi obrigada a repassar a metade do faturamento , ou seja, R$ 150 mil por mês , para o governador Confúcio Moura, conforme a denúncia.

A propina, de acordo com a denúncia, era entregue ao cunhado do governador, Francisco de Assis – “figurinha carimbada que sempre agiu , sorrateiramente, nas entranhas do atual governo – que , além de de dinheiro, recebia também em cheques, cujas cópias foram entregue à Assembleia".

Os cheques foram sacados na boca do caixa ou compensados, inclusive utilizados para pagamentos, dentre outros, de boletos, casa de materiais de construção e imobiliária.

CPI

Diante da gravidade da denúncia, a Assembléia Legislativa de Rondônia já tem oito assinaturas para formar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) afim de apurar os fatos, inclusive com a quebra de sigilos fiscais, bancários e telefônicos da mulher, do cunhado e das irmãs e do próprio governador.

Autor: Reportagem do TudoRondônia




Comentários (2)
Briga entre Poderosos Chefões

Na realidade isso tudo não passa de briga entre chefes de quadrilhas pelo poder. Infelizmente, as instituições Governamentais, mantida com o nosso suado dinheiro, dinheiro do contribuinte, cidadãos de Mem, que deveriam trabalhar em prol do desenvolvimento da nossa sociedade, no meu entender, essas instituições se assemelham muito mais com Organizações Criminosas na pratica, são usadas para enriquecimento ilícito e outros tipos de crime, o velho e já conhecido crime do colarinho branco. De um lado temos um presidente da casa de falcatruas, o qual participou da comissão de julgamento dos propineiros em volvidos com a quadrilha de Valter Araujo, “OPERAÇÃO TERMOPILAS”, os quais foram mantidos na casa pelo voto deles mesmo, com a participação do Presidente Deputado Estadual Hermínio Coelho, do outro lado temos um Governador que vende a imagem de doido e Confuso, mas na realidade ele e muito espertalhão; tem em sua equipe pessoas ligada ao mundo do crime, como se pode ver um dos seus assessores sendo preso em sua própria casa por envolvimento também com a quadrilha de Valter Araujo, agora vem os parente do governador também no mesmo linear da criminalidade conforme denuncia do chefe da facção, em entrevista coletiva aos meios de comunicação, e esse furo só veio a público por desentendimento entre os poderosos chefões. Se tivéssemos uma casa do povo, onde lá estivesse sendo usada por verdadeiros representante da sociedade, o presidente da casa ao tomar conhecimento dos fatos, já de início deveria ter tomado providencias, mas no entanto pela entrevista de Hemínio Coelho, denotasse, que tal informação estava sendo usada, talvez para outro crime, como a exemplo o de extorsão. A sociedade Rondoniense deve se manifestar frente a todas essas bandalheiras que vem acontecendo a trozentos anos no nosso estado, não podemos mais ficar de braços cruzados enquanto estamos sendo roubados 24 horas. Isso e no mínimo vergonhoso para quem tem vergonha na cara.

Abrhão Negreiros Tejas - Porto Velho - RO./ RO.
Enviado em: 27/11/2012 13:09:17  [IP: 177.166.157.***]
Responda a este comentário
frouxos

O GOVERNO FROUXO E DESGASTADO ATE A ALMA MESMO, AGORA VAI PRA A CPI.

roberto juares freitas - PVH/ RO.
Enviado em: 26/11/2012 20:47:45  [IP: 187.55.134.***]
Responda a este comentário

Mais Notícias
Publicidade: