Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  seg,   6/abril/2020     
artigos

Mais de uma década após conto do vigário, Hospital do Câncer de Porto Velho ainda é uma miragem

04/02/2014 15:00:07
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
DIA DO CANCER

O câncer hoje é considerado em uma epidemia global, que afeta todas as faixas etárias e níveis socioeconômicos, e cuja estatística acentua-se à medida que a população vive mais tempo. Hoje é o Dia Mundial do Câncer, doença que mata hoje milhões de pessoas em todo mundo. Talvez por ser este o dia que o mundo reflete sobre a doença acabei me lembrando do escândalo em que se transformou a promessa da construção de um Hospital do Câncer em Porto Velho, nunca concluído.


CONTO DO VIGÁRIO

Aquilo que foi um verdadeiro conto vigário serviu para arrecadar milhões de reais em doações do povo, da iniciativa privada e até do poder público. Analogicamente falando, pode-se dizer que esse câncer nunca foi lancetado na vergonhosa maneira com que Rondônia lida com o dinheiro público há vários anos. Ninguém foi punido, ninguém precisou devolver dinheiro e nem mesmo pedir desculpas à população pela aplicação desse golpe.

Hoje o estado tenta proporcionar tratamento aos doentes de câncer através de uma espécie de convênio com o Hospital do Câncer de Barretos.


TROPEÇOS

Poderia ser mesmo uma boa alternativa, mas as informações ouvidas nos bastidores dão conta de que em termos desse acerto com o HCB o governo não vem cumprindo sua parte de maneira correta. E mais uma vez a população é quem deverá pagar o pato. Enquanto isso, o marco daquele conto do vigário usado para arrancar dinheiro do cidadão, da iniciativa privada e até dos cofres públicos está lá nas proximidades do 5º BEC, como uma esfinge esperando interpretação das autoridades. Até agora a tal construção que lá está não virou o hospital universitário prometido e não serve para atender a população em nada.


COMEÇOU

Com a sessão realizada ontem às 15 horas, a Câmara Municipal de Porto Velho retornou do recesso de final de ano, abrindo a Quadragésima Quinta Sessão Legislativa da Décima Primeira Legislatura. Na Assembleia Legislativa o recesso parlamentar de final de ano só termina no próximo dia 15. Deputados aproveitam esse final de recesso mantendo agenda cheia de visitas às suas bases eleitorais, de olho nas eleições de outubro.


VAI AUMENTAR

Fonte muito bem informada no âmbito da prefeitura disse a coluna que Mauro Nazif vai aumentar ainda nesse mês o preço da passagem de ônibus, com a justificativa que não dá mais para segurar as perdas inflacionárias do setor. Nazif tinha garantido à população que não reajustaria a tarifa antes da entrada de uma nova empresa no setor de coletivos. Até agora ainda não se ouviu qualquer menção sobre reajuste tarifário, mas de acordo com a fonte, que virá antes do carnaval. Um aumento agora pode ser estopim para manifestações populares. Em Porto Velho o transporte público é uma lástima. Um novo aumento agora poderá estimular reações imprevisíveis da grande massa.


CICLO VIRTUOSO

Após vários meses de questionamentos, o (lamentável) prefeito de Porto Velho – numa dessas entrevistas onde busca escamotear a realidade – acabou reconhecendo sua incapacidade de gestor durante 2013, prometendo realizar em 2014 um ciclo virtuoso de sua (??) administração. É difícil acreditar em Mauro. Ele tem facilidade para prometer e (no estilo do próprio governador) não tem determinação em fazer.

A meu ver o governo desse político não se sustenta exatamente por já ter deixado claro sua incapacidade em pensar as grandes questões metropolitanas.


FRUSTRAÇÃO

Nesse diapasão Nazif vai terminar como nova frustração, incapaz de resgatar a importância de Porto Velho. Se o prefeito fosse um visionário estaria pensando em soluções como o VLT para o transporte da cidade e não em apenas colocar mais uma empresa nesse sistema ultrapassado. Exatamente por não ter tido sorte até agora com seus prefeitos, os moradores de Porto Velho estão condenados a ter menos qualidade de vida do que seus conterrâneos das cidades médias do interior.


DEPRIMENTE

Para quem conhece esse pessoal no tempo em que arrotavam honestidade, ética chamando quem não era petista de corruptos, é triste ver pessoas como Edson Silveira e a deputada Epifânia desfilando (outra) vez no palco do Judiciário, como personagens da peça “A boquinha”, deprimente espetáculo bolado pelos petistas rondonienses e com direção principal dos petralhas ligados ao tal Bob Ali-Baba, aquele que segundo deputados (como Hermínio) transformou a prefeitura numa autêntica caverna do mítico ladrão.

Na minha concepção, o grande erro dos petistas de “escol” daqui foi acreditar que as boquinhas conseguidas com o PT no poder não seriam tão cedo reveladas ou combatidas.


PÔ, SOBRAL

Que coisa feia, meu caro Sobral! E agora, como você poderá falar em microempresa com essa nódoa do SEBRAE? Vai devolver? Quando?


PATÉTICO

Agora vai ser difícil convencer a opinião pública de que esse partido volte a ter o poder do estado. Certamente a deputada Epifânia vai ter dificuldades em apagar essa imagem de oportunista, bem como a continuar se apresentando como nova opção política.

Esse povo não se emenda. Por agora são apenas denúncias e processo mas lá frente pode acontecer até mesmo uma temporada no xilindró. São patéticas as tentativas dos envolvidos nessa negociata em justificar os atos que permitiram torrar milhares e milhares de reais dos cofres públicos. Que vergonha para os petistas de Porto Velho!


ENDINHEIRADOS

Virou rotina encontrar pelai petistas em reluzentes caminhonetas Hilux, transpirando riqueza adquirida após chegaram ao poder.

Aqueles que num tempo não tão distante lutavam para pagar contas prosaicas como as do consumo de energia e coisas desse tipo. Hoje estão com dinheiro sobrando nos bolsos e nos bancos. Daí, nada mais natural que as arrecadações milionárias em favor daqueles “companheiros” condenados, multados e presos por corrupção. Será que a petralhada rondoniense imagina desfecho idêntico quando, lá na frente, sair a sentença para punir os desvios praticados?


PELOS COTOVELOS

Não consigo entender como alguém pode se enganar com a presidente Dilma. Não votei nela. Nunca me passou qualquer lampejo de confiança. Continuo achando que a presidente do Brasil fala pelos cotovelos. Não foi ela que ao se encontrar com o presidente da FIFA, Joseph Blatter, na sede da entidade, disse que "estádios são obras relativamente simples". Faltou dizer que no Brasil o difícil mesmo é construir escolas e hospitais.


NA REGRESSÃO
A quem interessa manter o Brasil entre os campeões do analfabetismo mundial? Entra governo, sai governo e o Brasil só regride na qualidade de ensino que se oferece à população. Até quando vamos andar na contramão do desenvolvimento? Certamente, se afastarmos do poder esta corja de oligarcas exploradores, será um bom começo.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: