Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   28/outubro/2020     
artigos

Ser simples é dar valor às pequenas coisas e aos pequenos gestos que o mundo de hoje esqueceu

08/05/2015 10:34:44
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
EGOLATRIA

A cada discurso de Lula, em que ameaça a população do País que trabalha, mais se configura a necessidade de um psiquiatra para tratar sua egolatria exacerbada.


CHIC É SER SIMPLES

Não é todo mundo que está preparado para subir na vida. E tem muita gente aqui mesmo perto de nós que hoje deve estar lamentando, e muito, ter deixado a vida simples para entrar no fausto custeado muitas vezes por jogadas nada republicanas. São pessoas vivendo momentos de angústias por estarem encalacradas, numa espécie de limbo, correndo o risco até de se ver privado da liberdade e sem poder à antiga simplicidade de vida que pelo menos era de paz.

Só nesta semana mais dois personagens que em outros tempos eram simples acabaram nas manchetes por condenações capazes de fazer de suas vidas um teatro de atribulações.


NOVOS TEMPOS

Um cartaz publicitário que vi numa dessas lojas comuns me chamou a atenção para o tema: “Agora ser chic é ser simples”, dizia a mensagem.

Perguntei à lojista de onde ela tinha tirado aquela ideia de propaganda e ela me disse: depois que o Papa andou de carro simples, tomou chimarrão do povo e andou com o vidro aberto o tempo todo abraçando crianças e velhos, a simplicidade virou “chic”. Cafona agora é querer privilégios e fazer ostentação, me disse ele.


FAZ SENTIDO

Acabei descobrindo que essa sensação não é apenas minha. Muitas outras pessoas pensam assim também. Ostentar, usar coisas caras, exigir privilégios, ter carrões, etc. virou coisa de “novo rico” e, portanto, fora de moda, fora do tempo. A moda agora é ser simples.

Quantas pessoas aqui nessa nossa Rondônia perderam toda a simplicidade dos tempos em que eram simples pés rapados e se aburguesaram exageradamente após subir alguns degraus na vida política, ocupando cargos e fazendo (sabe-se lá como) o tão sonhado pé-de-meia. Certamente o leitor deve conhecer alguns exemplos...


AH SE SOUBESSEM

Alguns personagens da política rondoniense não devem ter compreendido o que é ser verdadeiramente simples. Hoje pagam muito caro no processo de reeducação. Alguns inclusive são impedidos de voltar à terrinha, vivendo uma vida de degredo fora do Brasil...

E ser simples não significa não querer coisas de boa qualidade, nem viver na penúria. Ser simples é dar valor às pequenas coisas e aos pequenos gestos que o mundo de hoje esqueceu. É respeitar as pessoas pelo que elas são e não pelo possuem de bens materiais. É acabar com a arrogância, com a presunção. Ser simples é ser normal, sem afetação, sem se deixar dominar por desejos de aparecer, de ser aplaudido, de estar sempre nos holofotes.


REAPRENDENDO

Não tenho nenhum prazer em constatar como algumas pessoas com as quais convivia muito amigavelmente se transformaram em seres arrogantes, incapazes de compreender a importância das pequenas coisas na natureza; incapazes de ter coragem de olhar nos olhos das pessoas, depois de todas as presepadas feitas quando tiveram poder, quando ocuparam posições de destaque.

E ser simples é reaprender a curtir a natureza em toda a sua exuberância. É reaprender a olhar nos olhos das pessoas quando falar com elas; ser educado com pessoas simples, balconistas, garçons, motoristas de ônibus, etc. Ser simples é não perder a calma quando se é contrariado; falar baixo em lugares públicos; não falar mal dos outros. Enfim, ser simples é reaprender a ser gente.


JULGAM-SE CHICS

E como seria bom se o mundo voltasse a ser povoado por gente normal e não por neuróticos cheios de vontade. Como seria bom se as pessoas voltassem a falar com licença, por favor, obrigado, me desculpe. Como seria bom se as pessoas reaprendessem a respeitar os mais velhos; ter mais afeto com as crianças. Como seria bom se as pessoas reaprendessem a amar o próximo e a lembrar que somos todos iguais. Lembre-se: o “chic” agora é ser simples! Pense nisso.


CRISE

Os dados da Fenabrave mostram que os emplacamentos de carros de passeio e comerciais leves recuaram 18,4% nos primeiros quatro meses deste ano em comparação ao mesmo período de 2014. Por isso, a federação das distribuidoras passou a acreditar que a queda no acumulado do ano chegará a 18%.

Reflexo da crise chegou a Porto Velho provocando o fechamento de portais de negócios localizados na Jorge Teixeira, abertos pelas revendedoras de grande porte. Cá também o setor está demitindo. Se a previsão de queda na venda de automóveis se aprofundarem, algumas revendas em Porto Velho pensam em encerrar as atividades.


CONSEQUÊNCIAS

Quais serão as consequências imediatas da aprovação do projeto que regulamenta a Proposta de Emenda à Constituição que equipara empregados domésticos às demais categorias?

Nada obstante a certeza de que os trabalhadores domésticos merecem a tutela da lei, conservo quase igual certeza de que muitos poderão perder seus empregos.

Por integrar o orçamento doméstico, muitas famílias já não contam com empregados domésticos e optam por contratar diaristas, o fazendo na intenção de justamente não configurar o vínculo empregatício e responder pelas obrigações trabalhistas.

Com as obrigações da lei aprovada no Senado, o impacto no orçamento doméstico será por demais significativos, até inviabilizando a continuidade do emprego e consequentemente incentivando a informalidade. Afinal, a família não deveria ser encarada como uma empresa, pois a família não objetiva o lucro.



PT CONTRA TRABALHADORES

Na terça feira, no programa do PT, Lula disse que não era possível retroceder nos direitos conquistados pelos trabalhadores. Estava só jogando para a galera.

Na votação da MP do ajuste fiscal o PT, na quarta-feira, votou em massa contra os direitos dos trabalhadores. Dos 70 deputados petistas, 55 votaram. Apenas um foi contra a MP, Weliton Prado (MG). Quinze não compareceram, alguns usaram atestado médico para não ter que votar, como foi o caso de Vicentinho (SP), ex-presidente da CUT.



SAI NAIANA E ENTRA CALDEIRA

Naiana Andressa Reis Ramalho não foi condenada pelo crime de calúnia e difamação praticado contra a advogada e política Jaqueline Cassol por ter se retratado da afirmação de que Jaqueline era a mandante do assassinato de Naiara. Quem está na bica para sofrer uma condenação pelo mesmo crime de calúnia, segundo fontes, é Carlos Caldeira é o blogueiro portovelhense Carlos Caldeira. Ao contrário de Naina, o blogueiro não se retratou das acusações.



ETA BRASIL!
O Brasil é líder mundial em números absolutos de homicídios e ocupa o 11º lugar no ranking de assassinatos a cada 100 mil habitantes. Com 56.337 homicídios em 2012 - 29 a cada 100 mil habitantes -, o País apresenta número quase cinco vezes maior do que o índice mundial, de 6,2.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: