Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   3/junho/2020     
artigos

A ditadura do politicamente correto agora quer controlar até a música que as pessoas escutam

21/11/2015 14:15:07
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar
PARA REFLETIR
“Isso sim é um Congresso eficiente! Ele mesmo rouba, ele mesmo investiga, ele mesmo absolve". Millôr Fernandes (1923/2012), humorista, pensador e jornalista brasileiro.

MOLDANDO A DITADURA
A deputada federal Moema Gramacho (PT) apresentou no Congresso Nacional um projeto que visa proibir a execução de músicas que incentivem a violência, a homofobia, o racismo ou o uso de drogas. O projeto já foi chamado de "lei antibaixaria". Minha primeira pergunta é a seguinte: de quem será a régua que medirá o quanto uma letra de música é baixaria ou deixa de ser? Da deputada? De um partido político? Minha? Sua, querido leitor?
A censura em regimes totalitários nasce assim, do desejo de políticos em zelar pela qualidade de vida de seus iguais através do julgamento antecipado do que devemos ou não ouvir. Isso é a praga do politicamente correto.

COISAS DO PT
Se Deus nos ajudar, certamente a proposta dessa petista não vai prosperar. Alguém precisa por limites ao estado cada vez mais aparelhado para controlar os cidadãos, inclusive naquilo que deveria ser direito de escolha de cada um.

PROIBINDO NOEL
Machismo em letras de música é ruim? Claro, mas e se eu for um radialista e quiser tocar, por exemplo, "Mulher Indigesta", de Noel Rosa, uma gravação de 1932 cujo alguns versos dizem: "Mas que mulher indigesta!/ Merece um tijolo na testa/ Essa mulher não namora/ Também não deixa mais ninguém namorar/ É um bom center-half pra marcar/ Pois não deixa a linha chutar/ E quando se manifesta/ O que merece é entrar no açoite"?

EXPRESSÕES DA CULTURA
Eu seria proibido de executá-la? Se não for, seria uma contradição ver machismo e violência contra a mulher numa letra de um funkeiro qualquer da periferia de São Paulo ou do Rio de Janeiro e não enxergar nada de mais no gênio Noel Rosa. Tudo é uma questão de gosto pessoal. Não gosto de funk, mas reconheço que expressa realidades da cultura popular, como Noel também retratou.

DEFESA DA DITADURA
O projeto de lei de Moema Gramacho ainda cita proibição às alusões de drogas, um tema muito comum para rappers e funkeiros. Mas e a bebida alcoólica tão celebradas por sertanejos? E as drogas contidas em letras de Mutantes, Raul Seixas, Bezerra da Silva, Rita Lee, Legião Urbana? Também deveriam ser proibidas de levarmos tudo ao pé da letra.
É assim que nascem as ditaduras. É uma pena que boa parte desses petistas não trabalhe com tanto afinco e vigilância para combater a enorme corrupção praticada como nunca se viu pelos petralhas de alto coturno.

DEPUTADO OU VEREADOR
Aélcio da TV é egresso da Câmara Municipal. Foi catapultado para a Assembleia e pelo visto não bota fé na capacidade dos membros da edilidade de Porto Velho. Deve ser por isso que continuam desempenhando o papel de vereador. É de sua iniciativa indicação apresentada à mesa da Assembleia com cópia ao Poder Executivo e ao Departamento de Estradas de Rodagens (DER), destacando a necessidade de viabilizar o asfaltamento das ruas no bairro Lagoinha, em Porto Velho.

LISTA
De acordo com o deputado-vereador as ruas que necessitam de asfaltamento são a Botafogo, Dois Irmãos, Indaiá, Maranguape, Juazeiro, Caucaia, Crato, Corinthians, Quixadá, Ubagari, Massapé, Aristides, Pedra Negra, Porto Esperança, João Paiva, Fluminense, Vila Velha, Cartola, Ana Sobral, Nova Esperança, Da Paz, Alameda Modelo, Beija Flor, Cascavel, Pataxó, 4 de Outubro, da Sabedoria, dos Comerciários, Cruzeiro, Peperônia e Padre Cícero.

CAMINHADA DOMINICAL
Evento com o objetivo de aumentar a conscientização para o combate ao câncer, chancelado pelo Hospital de Câncer de Barretos, acontecerá amanhã (domingo) a Caminhada Passos que Salvam. O evento foi criado por causa de uma parceria entre o hospital de Barretos com o Hospital Saint Judes nos Estados Unidos, especializado em câncer infantil que alcança 95% de cura, enquanto que no Brasil alcançamos apenas 55%. O início da caminhada será às 8 horas, no Espaço Alternativo de Porto Velho.

OUR MAN IN BRASÍLIA
Nossa fonte do DF cantou o bizú: Joaquim Levy está com uma vontade louca de sair da ribalta e já está arrumando as malas. Nem por isso o preferido de Lula, Henrique Meirelles, tem qualquer chance. O novo nome que circula para a esperada substituição é o de Otaviano Canuto, diretor executivo do FMI e que trabalhou com Antonio Palocci.

UM OLHO ABERTO
Quem por aqui mantém dinheiro escondido em “paraíso fiscal” se preparem. Uma nova operação voltada especialmente para combater sonegação vai baixar no pedaço. Quem já está dormindo à base de rivotril é bom aprender a ficar com um olho aberto para não ser pego no contravapor dos homens de preto.

RINDO A TOA
Robson Damasceno Silva Júnior deve ser uma figura com muitos trunfos no filosófico governo do PMDB. Ocupa uma dessas sinecuras bem pagas pelo contribuinte, sempre reservadas para quem tem QI (quem indica) grande no mundo político. Não teve de prestar concurso e acaba de ganhar um prêmio, como conta o “confra” Alan Alex, inesquecível da gestão (??) de Confúcio: uma viagem a Paris, com tudo pago, para participar da 21ª Conferência do Clima. Nessas paragens é assim: com quem pode não se brinca. Será que a sinecura vai chamar a atenção de promotores de justiça e autoridades do controle externo para tamanha desfaçatez contra o contribuinte?

SÓ MIGALHAS
Prefeitos e governos estão embarcando nessa onda de recriação da CPMF, com a esperança de engordar seus respectivos cofres com a ressurreição desse imposto. Mas pela divisão do bolo as prefeituras não vão receber muita coisa, os estados um pouco mais, e o governo federal fica com quase tudo. Enquanto isso, cortar os gastos é o que o governo não consegue. Cadê o corte de 3 mil cargos comissionados? Até agora nada.

PORNOGRÁFICA
A adoção de métodos voltados para o incremento da indústria da multa lavradas pelos agentes de trânsito da Semtran, através de decreto é um ato passível de ser considerado pornográfico. Ora, a prefeitura deveria ser impedida de criar uma gratificação de produtividade para seus agentes que produzirem mais multas. Mais uma prova de que a gestão Nazif faz mal à população. E o pior de tudo é que o cidadão não tem para quem apelar quando sofre essa ameaça de moagem da gestão incompetente.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: