Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   28/outubro/2020     
artigos

Renan não está com Dilma nem com temer. Ele quer é preservar o próprio mandato

18/04/2016 10:45:24
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

FILOSOFANDO

“Para que levar a vida tão a sério se a vida é uma alucinante aventura da qual jamais sairemos vivos?”. Bob Marley (1945/1981), cantor, guitarrista e compositor da Jamaica, considerado o Rei do Reggae.

 

PELO IMPEACHMENT

Nesse domingo os integrantes da bancada rondoniense na Câmara dos Deputados irão votar de uma só maneira: pelo impeachment de Dilma Roussef. O último deputado que resistia aos apelos da população, Luiz Cláudio, anunciou na tardezinha de sexta-feira (quando a coluna do sábado já tinha sido fechada) que desembarcava do “Titanic” de Dilma e votaria pelo afastamento de Dilma e do PT, como os outros sete deputados rondonienses.

 

ESCULHAMBOU GERAL

E eis que na esculhambação geral da República aparece na Câmara, em Brasília, Alexandre Frota, ator pornô, dizendo que foi formular novo pedido de impeachment. E ia entregá-lo a Eduardo Cunha, 'o meu malvado favorito'. Já que é assim, que tal Frota estrelar um filme sobre a vida de Cunha?

 

ELA CAI OU NÃO?

A votação de admissibilidade do processo de impeachment da (vá lá!) presidenta Dilma acontece nesse domingo, dia 17, encerrando a mais longa sessão da história da Câmara dos Deputados. O clima favorável ao impeachment verificado na sexta-feira não afastou a pergunta mais constante em todas as conversas, até mesmo aquelas comuns em mesas de bares.

E Dilma vai sofrer o impeachment ou não? O desembarque massivo de aliados de urna, de governo e de trambiques indica que sim. O papo massificado em propaganda de partidos na tv, como o veiculado pelo PCdoB, classificando de “golpe” o afastamento de Dilma perdeu o efeito, virou aquilo que em publicidade se chama “embalagem viciada”.

 

A PRÓPRIA PELE

Se Renan não está com a presidente, também não está com Temer. Desde que foi citado na Lava Jato, ele assumiu postura defensiva para preservação do próprio mandato. E tem agido sempre com um olho na Justiça, tentando seguir à risca padrões de conduta que agradem às cortes superiores. Enfim, o político que terá papel central no impeachment a partir de domingo, está empenhado em salvar a si mesmo – o que já é um desafio gigantesco.

 

SINA DO ESQUEMÃO

Os rondonienses estão cada vez mais conscientes de que o jogo sujo da política começa a provocar tragédias para aqueles que sempre acreditaram na impunidade e romperam com todos os limites da falta de ética na vida pública.

Aqui uma notícia de ontem deixou isso muito claro: o deputado Haroldo Santos acabou se entregando à polícia para começar a cumprir pena por corrupção no presídio Urso Panda. Quem diria: Haroldo é filho de promotor de Justiça e por isso sempre teria obrigação de saber o final dramático de quem é pego com a boca na botija. Se meteu os pés pelas mãos é por ter acreditado, como tantos outros políticos, na eterna impunidade.

 

FIM MELANCÓLICO

Fazendo um paralelo com a situação dos deputados rondonienses presos (e os que ainda estão foragidos), imagine como deve estar a cabeça dos petistas nesse cenário que terá um desfecho previsível nesse domingo. Melancólico final para quem já pretendeu ser a esperança. Quando era oposição, o PT batia forte (da mesma forma que agora apanha), tão contundente era, que até parecia ser a investidura da moral e dos bons costumes.

 

COMEÇA ÀS 15

A histórica sessão da Câmara dos Deputados que vota nesse domingo o afastamento de Dilma Roussef do Planalto começa às 14 horas, com o início da votação marcada para as 15 horas. A chamada dos deputados deve começar por Roraima. Rondônia está entre os primeiros a ser chamado. Os oito deputados da bancada decidiram acompanhar a vontade da maioria do povo brasileiro, contra Dilma e o PT.

 

SÓ TEATRO

Um dos últimos atos de Dilma para reforçar a ideia de que é vítima de um golpe foi seu pronunciamento nas redes sociais. A presidenta (vá lá!) desistiu de um pronunciamento em rede de TV, temendo um enorme panelaço. Claro que a fala presidencial e nem as lamúrias de Lula mudaram qualquer coisa no sentimento da opinião pública. Foi só uma tentativa a mais de mostrar que ela não entregou os pontos, com o objetivo de dar gás aos parlamentares que vem declarando voto de apoio a ela e, assim, evitar uma debandada geral.

 

MEMÓRIA

Em 1992, a comissão de senadores que analisaria preliminarmente o impeachment do então presidente Fernando Collor, nem chegou a ser instalada. Foi tudo direto para o plenário e resolvido em 48 horas.

 

JOGO SUJO

A situação se inverteu completamente: quem terá grandes esperanças de se eleger nesse ano sendo candidato do PT, depois desse lamaçal causando indignação no povo brasileiro? Quem vai ter coragem de defender aquele que foi capitão do jogo sujo responsável pelo período em que só restou a Porto Velho a manada de elefantes brancos que todos nós conhecemos?

E o jogo era sujo mesmo. Políticos desfraldando (ainda hoje) a bandeira do interesse público em público, mas na real, agindo nas caladas para defender os interesses de quem lhes pagou.

 

ESSENCIAL

Assim como é fundamental para o desenvolvimento econômico, político e social de Rondônia trocar o prefeito mequetrefe de Porto Velho por alguém com mais qualidade, a queda do governo que paralisou a economia e dividiu o País em Nós e Eles é essencial para a retomada do diálogo entre os adversários e a volta ao desenvolvimento.

 

DESMORALIZADO

Será muita cara de pau confirmar o ex-prefeito Roberto Ali Babá como candidato de novo na disputa pela prefeitura. O PT agora está só. Seus áulicos principais do tipo do vereador José Wildes e do Bengala debandaram. A velha guarda petista saiu do barco na esperança de conseguir escapar da ira do eleitor.

Ora, o PT está desmoralizado mas também estão aqueles que sabiam de tudo, que se locupletaram e nunca, em nenhum fez qualquer esforço para mudar a regra do jogo, para denunciar a roubalheira.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: