Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   19/fevereiro/2020     
artigos

Ao tomar presidência do PRB, Garçon finalmente dá mostras de que entra na disputa pela prefeitura

03/06/2016 11:34:23
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

FILOSOFANDO

Uma sociedade só é democrática quando ninguém for tão rico que possa comprar alguém e ninguém seja tão pobre que tenha de se vender a alguém”. Jean-Jacques Rousseau (1712/1778) - Filósofo suíço.

 

AGORA É

Finalmente Lindomar Garçom entrou na zona de conforto para uma possível candidatura majoritária nesse ano (em 2018), ao se tornar o presidente do PRB no estado. Anteriormente o deputado Lindomar tinha a mania de se ligar a partidos dominados por outros caciques que, no final, sempre trabalhavam contra o seu projeto político de disputar a todo vapor uma candidatura majoritária. Agora, prestigiado pela direção nacional do PRB, Lindomar pode dar as cartas e ser candidato ainda esse ano, sem restrições partidárias.

Sobre esse assunto, o deputado preferiu não falar muita coisa, apenas que “o caso está em estudo”. Garçom aprende cada vez mais. Ele sabe que passarinho na muda não pia. Na hora certa certamente vai anunciar aquilo que todos sabemos: é candidato a prefeito de Porto Velho.

 

PODEM APOSTAR

Pelo que tudo indica, tirando a avenida Carlos Gomes onde o asfalto recebeu uma maquiagem de primeira, ficando como se fosso novo; a maior parte do asfalto da área central vai ficar, até o final dessa gestão de Mauro Nazif, com a mesma cara de velho, esfarelando, cheio de desníveis, rachaduras e buracos. Ai, depois de trafegar no pedaço maquiado da Carlos Gomes, só restará ao condutor de veículos a triste afirmação em relação ao asfalto velho da cidade: “Êta coisa ruim!”.

 

FIM DE PAPO

O governo municipal está chegando ao fim e ninguém mais fala sobre a tão prometida nova rodoviária de Porto Velho. Será que um dia pelo menos o projeto ficará pronto? E a rodoviária propriamente dita será concluída nesse século? É a repetição tão conhecida do eleitorado: a falta de visão na gestão pública dessa cidade atrapalha o bem estar de sua população há décadas...

 

CARÊNCIA

Não há como negar: a falta de médicos nas unidades básicas de saúde do município é uma constante. Nem parece que o prefeito da capital rondoniense é médico. A coisa é tão ruim que não melhorou nem com a “contribuição” de médicos cubanos...

 

SINALIZAÇÃO

Quem primeiro denunciou a visível maracutáia por trás dessa sinalização que mais parece um símbolo faraônico de uma gestão pública pronta a terminar sem ter nada de verdadeiramente importante a apresentar ao povo de Porto Velho foi Em Linhas Gerais. Agora esse sistema caríssimo e megalomaníaco da Semtran entrou no alvo das reclamações de outras colunas e mídias sociais. Contudo, certamente o prefeito candidato à reeleição deve estar comemorando o monte dessa parafernália semafórica instalada, capaz de rechear muito bem um caixa dois de campanha. Olho vivo MP e (vá lá!) Justiça Eleitoral.

 

DÚVIDAS

O sumiço do ex-senador Odacir Soares do cenário das articulações políticas alimentam dúvidas que não acabam no meio político. Odacir vai ser candidato a prefeito? Quem teria coragem de ir com ele para essa corrida? Dúvidas, ah, essas dúvidas! As incertezas não contribuem em nada para o retorno do antigo senador à vida pública.

 

BOLSO

A obrigatoriedade da utilização de farol baixo aceso nas rodovias pode até virar a famosa indústria de multas. Pode ser mais seguro, mas é temeroso para o bolso.

 

DATA

Ontem foi o Dia Internacional da Prostituta — a mais antiga profissão do mundo. Em decadência no cenário de concorrência generalizada dos dias atuais. Em Porto Velho não houve comemorações, nem da parte do PT.

 

DESASTRE

Michel Temer tem que vencer uma batalha por dia para se manter no poder senão o efeito Lula será devastador e sua volta poderia ser outra vez um desastre para o povo brasileiro.

 

BILHÕES

Entre 2014 e 2015 o governo federal pagou mais de R$ 2 bilhões e 500 milhões de Bolsa Família a quem não precisa. Receberam o benefício funcionários públicos e doadores de dinheiro a políticos em campanha.

 

MARCOS ROGÉRIO

O deputado rondoniense Marcos Rogério (DEM) ocupou todos os holofotes da mídia nacional ao pedir, no seu relatório, a cassação do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

“Houve uma intenção deliberada de escamotear a existência de toda uma estrutura montada para o recebimento de propina e ocultação de patrimônio ilícito”, disse Rogério, que acusou Cunha de ter agido dolosamente ao mentir na CPI.

 

ALTA MEGATONAGEM

Anotado de uma fonte de Brasília: “No dia em que o Teori Zavascki levantar o sigilo da delação de Machado, não vai sobrar pedra sobre pedra em Brasília”. Até ontem, ninguém sabia quando Teori tomará a decisão dramática. O fato é que, se tal sigilo cair antes das Olimpíadas, o país corre o risco de chegar à abertura dos jogos com as principais autoridades contestadas – ou sem elas.

 

VIRA CASACA

Primeiro foram os senadores Romário (PSB-RJ) e Acir Gurgacz (PDT-RO) que admitiram pode mudar o voto no impeachment. Mas outros senadores começam a discutir a mesma possibilidade. No Palácio da Alvorada, bunker de Dilma, a avaliação é de que até 8 senadores podem mudar de posição. No caso de Gurgacz, consta que ele apenas está em cima do muro e antes da decisão final vai avaliar detalhadamente o cenário.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: