Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  seg,   1/junho/2020     
artigos

Em ano eleitoral, prefeitura multiplica asfaltamento a toque de caixa na cidade

10/06/2016 14:09:15
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

FILOSOFANDO

Certo dia, atrasei-me ao voltar da escola e meus pais pensaram que eu havia sido sequestrado. E aí entraram imediatamente em ação: alugaram meu quarto”. Woody Allen (1935), Cineasta norte-americano.

 

HORIZONTE SOMBRIO

Tem muita gente embatucada com a súbita mudança de hábitos do político Confúcio Moura. Ele sempre foi tido como recatado quando era apenas parlamentar, incapaz de utilizar palavras chulas para manifestar sua ira contra quem quer que fosse. E agora, como está amplamente noticiado, o governador usa palavras de baixo calão para se manifestar contra direitos conquistados pelos servidores públicos, os mesmos servidores públicos que tento paparicou nas campanhas eleitorais que disputou.

O que contribuiu para a adição no palavreado do governador de expressões pornôs, como o tradicional “vá enfiar no c*”, num desabafo publicado recentemente em seu blog? Não posso afirmar com certeza, mas suponho que essa nova postura de desequilíbrio do “dr. Confúcio” tem algo a ver com a reviravolta prevista para acontecer em setembro no Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde o governador rondoniense figura como acusado de corrupção em procedimento que tramita naquela corte.

 

NOVA PRESIDENTE

Para explicar mais detalhadamente: Em setembro o STJ terá um novo comando. A ministra Laurita Vaz vai assumir a presidência daquela corte e deve imprimir maior rigor na condução dos feitos visando a responsabilização de governadores denunciados pela prática de corrupção em seus estados. Se o feito que tem o governador Confúcio como denunciado deixar de dormitar nas gavetas e começar a andar. O risco de um suposto afastamento ou até mesmo de inelegibilidade por conta da ficha suja é cada vez uma possibilidade concreta para tirar o governador do pleito de 2018. Pelo menos, em relação ao STJ Confúcio não deverá usar o xingamento chulo em relação a direitos conquistados pelos servidores públicos.

 

PRIMEIRO MÊS

O governo do presidente interino Michel Temer completa um mês no próximo domingo sem ainda ter conseguido se apresentar como uma alternativa melhor para o país. Pelo contrário, acumula uma sucessão de crises políticas e trapalhadas.

Temer tem hoje quase o mesmo índice de aprovação positiva de Dilma antes de ela deixar a Presidência – a petista tinha 11,4%, ele tem 11,3%. Mesmo não sendo um nome conhecido do eleitorado, o resultado é muito ruim.

Mas o maior fantasma de Temer, assim como ocorreu com sua antecessora, é a Lava Jato. Em menos de 30 dias, o presidente interino perdeu dois ministros por declarações contrárias à operação reveladas por gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

 

UMA BANANA

O governador Confúcio está sentindo cada vez mais a força do torniquete da Justiça, mas pelo visto, continua botando fé que com ele não vai acontecer nada, pois deu uma enorme banana para a decisão judicial.

Pelo menos é o que se depreende de sua postura em relação ao não cumprimento de uma decisão judicial na área da Educação, para suprir lacunas de professores em escolas do estado, realização de concurso público para preenchimento de cargos vagos, etc, etc.

 

E AGORA CONFÚCIO?

Como não cumpriu nenhuma determinação da Justiça, uma nova punição foi decidida. E assim Confúcio Moura e sua Secretária de Educação, Fátima Gavioli serão multados diariamente em 25 mil reais se, consta da sentença, não resolver a situação em 15 dias. Será que Confúcio vai reagir em relação ao Juiz Hedy Carlos Soares, da 1ª Vara Cível de Machadinho do Oeste, como reagiu no caso dos servidores, mandando o magistrado “enfiar no c*” sua sentença? Du-vi-de-o-dó com D maiúsculo...

 

NOVOS TEMPOS

Das prisões em análise no STF, a de José Sarney é a que melhor expressa os novos tempos no Brasil. Ninguém imaginou que o cacique maranhense prestaria contas à Justiça. Todavia, aos 86 anos, ele está à espera do dia em que será detido em casa com tornozeleiras para pagar crimes de corrupção. A punição do 1º presidente no pós-ditadura carrega um forte simbolismo: será a prova dos nove do fim da impunidade no país.

 

ASFALTO SONRISAL

É difícil compreender os motivos pelos quais órgãos de controle externo nada fazem para por um ponto final na mania continuada da prefeitura de torrar dinheiro público com serviços de péssima qualidade na pavimentação de Porto Velho.

Recentemente o prefeito fez uma onda tremenda na realização de uma maquiagem no pavimento da avenida Carlos Gomes, fazendo parecer que se tratava de asfalto novo. Mas agora, após poucas chuvas, é fácil verificar que ali também o padrão utilizado foi o mesmo do “Asfalto Sonrisal” já que os buracos começam a aparecer denunciando a péssima qualidade do serviço.

 

REMENDOS

A gestão de Mauro Nazif age como eterna fabricante de truque de madame. Primeiro na pavimentação, depois na instalação desses monstrengos da sinalização semafórica, que custam os olhos da cara. Por todo a cidade foram feitos remendos no pavimento (isso sem contar as baias para as paradas de ônibus) que, como a maquiagem do trecho central da Carlos Gomes, não duram nada, não resistem uma chuva, com a mesma durabilidade de um comprido efervescente. E o prefeito mequetrefe, me lembro bem, chegou a anunciar, com toda pompa, que a prefeitura passava a usar um novo asfalto, de maior durabilidade. O asfalto é a mesma porcaria, mas seu custo é o da qualidade premium.

 

OTIMISMO

Senadores aliados da presidente afastada Dilma estão otimistas. Estimam de 10 a 13 votos ‘passíveis’ de reversão a favor dela no processo do impeachment. A conferir.

 

AS PRAÇAS

As praças do centro de Porto Velho estão parecendo o chiqueiro da família da dona Cunegundes, da novela “Êta mundo bom”. Horrorosas, e parece que ninguém liga para isso. Mas agora, em final de mandato, os homens do andar de cima andam falando em recuperar a Carlos Gomes. Devem estar achando que o eleitorado continua sendo um bando de bocoiós.

 

PONTO DE VISTA

Tenho a impressão – que está no limiar da certeza – que o PT não será o protagonista nas eleições de Porto Velho, como chegou a ser nas eleições anteriores a 2012. Resultado mais do que previsível para o partido que caiu na vala comum das outras siglas, escamoteando o idealismo, com suas lideranças passando a pensar em si mesmas.

 

INVESTIGADOS

Dois deputados estaduais da nova safra estão na mira de investigações muito interessadas em verificar a enxurrada de portariados que cavaram boquinhas na zona de conforto do governo com suas indicações...




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: