Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  ter,   14/julho/2020     
artigos

Nazif está na iminência de repetir a tática de se aliar a opositores notórios e que já lhe rendeu derrota retumbante

23/06/2016 13:19:26
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

FILOSOFANDO

Quando todo mundo é corcunda, o belo porte torna-se a monstruosidade”. Honoré de Balzac (1799/1850), escritor francês.

 

MUITO ERRADA

Bem, não quero me aborrecer, especialmente agora nesse processo de desaceleração para, na próxima semana, ir aproveitar mais umas férias, juntamente com a dra. Conceição (minha) mulher. Mas mesmo entrando no clima do veraneio, não tem como esquecer que na capital rondoniense tem alguma coisa muito errada com nossa classe política.

E só por isso os quase 70% no índice de rejeição do prefeito não tira a chance de Nazif conseguir um novo mandato. Se acontecer, a culpa será de líderes (vá lá!) vacilantes que muita gente confunde como “oposição”. Mas eles preferem estar do lado que a vaca deita.

 

MAIS ATENTO

Quando surge o tititi da esdrúxula aliança entre tucanos com Nazif, aventando-se a cessão de um nome da família da deputada Mariana para ser vice do desastrado prefeito Mauro, é preciso mais do que nunca que o eleitorado fique mais atento e forte para não ser engabelado para não cair em mais esse truque de madame da paupérrima política local.

É bom não esquecer que essa manobra de cooptar oposicionistas (vá lá!) históricos foi praticada no passado pelo próprio Mauro quando se uniu a Carlos Camurça e aceitou Ruth Morimoto como sua vice. Na época a maracutáia não funcionou. Nazif foi retumbantemente derrotado.

 

A OI NO BURACO

Ouvi ontem a opinião de um especialista da área da economia: “mais que o fracasso de uma empresa, o pedido de recuperação judicial da Oi é uma derrota do Brasil”. A dívida da Oi é dinheiro tomado do povo brasileiro e ensejará, na opinião de um analista, certamente, a falência de inúmeras empresas de pequeno porte, em todo o país, aumentando ainda mais o desemprego.

 

ENORME

É o maior pedido de recuperação já protocolado no Brasil, com dívidas no valor de R$ 65 bilhões. Antes, o campeão era o grupo OGX, do empresário Eike Batista. Os credores são bancos (com destaque para o BNDES e Banco do Brasil) e fundos de investimento e pensão.

 

COMO DANTES

Segundo dados mais recentes do IBGE a renda dos que estão na base da pirâmide caiu no primeiro trimestre deste ano. Após anos de queda, a distribuição começou a cair entre o primeiro trimestre de 2015 e este ano, quando a metade mais pobre da força de trabalho perdeu renda. Desde o início do segundo mandato de Dilma, em 2015, a desigualdade entre os que compõem a força de trabalho (ocupados e desempregados) aumentou quase 3%.

 

RESULTADO ÓBVIO

Aparelhamento do Estado, irresponsabilidade fiscal, uma elite estatal de funcionários ineficientes (os cardeais do serviço público) e onerosos, mais corrupção sem precedentes levaram o país a quebra. Será que aprendemos a lição?. Agora vamos pagar o preço. A função do governo não é "distribuir renda", mas distribuir oportunidades (ensinar a pescar e não dar o peixe de graça) e fomentar a economia, para gerar trabalho. Mas a ótica dessa corja esquerdista é manter-se no poder a qualquer custo. Esta aí o resultado.

 

ALEGRIA, ALEGRIA

E não faltaram manifestações de alegria de partidários de Valdir Raupp diante do anúncio de que seu indiciamento no processo que investiga, no âmbito da Operação Lava Jato, doações de campanha, foi suspenso por decisão do ministro Teori Zavascki, do STF.

Isso não significa muita coisa, apenas reforça como Raupp continua sendo um homem de sorte. Quando foi governo, apesar de todos os escândalos (“Frangogate”, Ceron, fim do Beron, etc) o barbudo de Rolim sempre escapou incólume.

 

ATESTADO

Mas o Senador ainda não conseguiu o tão sonhado atestado de inocência. Nos meandros da Justiça ele está mais enrolado do que muitos outros personagens da política rondoniense. A Lava Jato vai acabar expondo as entranhas de políticos financiados por fundos abastecidos por empresas que superfaturaram contratos para distribuir propinas. E em se tratando de Rondônia até a dona Ritinha de Aponiã sabe que o sistema está corrompido a muito tempo. Uma coisa é certa: o suplício do mundo político ainda está longe de acabar. A decisão de Teori não significa que o senador de Rolim de Moura foi passado a limpo.

 

VALE TUDO

De Brasília vem o informe de nosso olheiro: PT e PSDB podem caminhar juntos na eleição de presidente da Câmara Federal para viabilizar um nome que não seja do grupo de Eduardo Cunha ou do baixo clero.

 

ALERTA

Estelionatários que se passam por representantes de concessionárias de energia elétrica, água, por servidores da Secretaria de Saúde e até Corpo de Bombeiros têm aplicado uma série de golpes. O principal alvo são os idosos. Em alguns casos, eles conseguem acesso ao interior do imóvel, pois alegam que vão consertar algo, e, além de aplicar o golpe, furtam. Isso anda acontecendo em bairros de classe média da cidade.

 

ESTREBUCHANDO

A situação é grave e indigna até os funcionários da estatal aqui em Porto Velho. Gente em fase de aposentar, temoroso do futuro diante o rombo imenso no fundo de pensão da empresa onde surgiram os primeiros lances da corrupção no governo inicial do PT.

Agora, a informação mais recente dá conta de que o rombo acumulado nos primeiros 4 meses do ano nos Correios é de 700 milhões e o dinheiro para pagamento da folha salarial só dá até setembro. Nesse cenário tenebroso, já se espera mais uma greve dos empregados dos Correios, que têm data-base em agosto. No ano passado o prejuízo da estatal foi de 2,1 bilhão de reais, um recorde histórico.

 

IDÉM PARA A CAERD

Essa é outra estatal do governo rondoniense que vive situação assemelhada à dos Correios. Mas, claro, os empregados que está no andar de cima continuam recebendo altos proventos sem nenhum problema. Todavia, a empresa responsável pelo segmento da água e do esgoto no estado está em situação pré-falimentar, muito graças aos efeitos da tal gestão compartilhada com um sindicato da órbita petista que foi uma experiência muito boa “para os companheiros” da estrela. Até hoje não se investigou detalhadamente o tamanho do rombo.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: