Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sex,   18/setembro/2020     
artigos

Assembleia usa dinheiro do contribuinte para alavancar banda de rock

11/05/2017 08:58:49
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

FILOSOFANDO

A melhor maneira de melhorar o padrão de vida está em melhorar o padrão de pensamento.U.S.ANDERSEN (1917/1986), escritor de livros de auto-ajuda nos Estados Unidos.

 

UMA VERGONHA

É claro que órgãos públicos, poderes e instituições públicas não precisam torrar milhões de reais em publicidade oficial que não sejam do interesse de toda a coletividade. As entidades do setor público não têm concorrentes, não precisam convencer “seus consumidores” sobre a qualidade de sua prestação de serviço e suas vantagens institucionais. A propaganda aceitável e perfeitamente legal é aquela que é obrigatória (editais, etc), ou a que trata de campanhas do interesse público (avisos, problemas com serviços essenciais e coisas do gênero). A que foi lançada ontem pela Assembleia Legislativa não é nada disso.

 

OLHOS FECHADOS

Então como a Assembleia chegou a patrocinar a “campanha” milionária na mídia estadual para promover uma banda de rock sem, pelo visto, ter sofrido alguma ação dos tais órgãos do controle externo? Talvez pelo fato de que o MP e o TCE não ter interesse verdadeiramente real de proteger o erário ou de cobrar respeito ao dinheiro dos cidadãos-contribuintes-eleitores...

Não é de agora que a Assembleia gasta pesado com propaganda. Pelo que se ouve até em setores midiáticos, o legislativo anuncia para cooptar veículos de imprensa e escapando das críticas mais pesadas e questionamentos sobre a ação dos parlamentares.

 

CAMISETA MOLHADA

Como o MP e TCE não tomam nenhuma providência a farra corre solta. O ralo da publicidade vai correndo de forma espetacular, graças à crença que nenhum órgão do Judiciário vai sair de seu torpor para por ponto final nesse deboche. E se nada for feito, não vai demorar muito para coisas como “A Garota da Camiseta Molhada” volta obter patrocínio dos cofres públicos, como aconteceu no passado.

 

DEBOCHE INDISFARÇÁVEL

Certamente o deputado Maurão de Carvalho, presidente da Casa, não permite sozinho que essa orgia com o gasto do dinheiro público beneficiando a péssima agência que elucubra essas ideias malucas, responsável pela distribuição da mesma à mídia amestrada aconteça. Essa fúria propagandista parece tapa na cara do cidadão-contribuinte-eleitor e também nos membros do TCE do MP. Até quanto promotores de justiça e auditores do TCE vão fazer de conta que tá tudo certo?

 

JAPONES DA FEDERAL

Certamente o deputado Maurão de Carvalho não deve ter esquecido da situação – por desmandos da mesma natureza – vivida por presidentes anteriores da Casa, acordando cedinho com o “japonês da Federal” tocando a campainha de suas mansões. Maurão, dizem, sofre pressões para assumir desabridamente os riscos dessas maracutaias.  Deveria ouvir mais atentamente quem (até entre seus pares) não chancela esse tipo de coisa. Essa não é a melhor maneira para consolidar o nome de Maurão como político que deseja administrar o estado.

 

RESISTIR INTERESSES

Um deputado cristão como é o caso de Maurão de Carvalho não dá para se colocar como subserviente a interesses de supostos pares ao cometimento de arbitrariedades. Gastar dinheiro do contribuinte para promover (em qualquer circunstância) uma banda de rock é uma decisão totalmente equivocada, um exagero que pode culminar até em ação civil pública do MP quando seus integrantes mais responsáveis decidir ser esse o momento para se desvendar o que anda acontecendo para se drenar o dinheiro dos cofres do Legislativo.

 

SEM CORAGEM

O deputado Ribamar Araújo se intitula o político mais “incorruptível” de Rondônia. Ontem ele não escondeu seu desgosto com “a publicidade” veiculada nos jornais, paga pela Assembleia, divulgando uma banda (desconhecida) de rock. Mas o parlamentar não demonstrou “coragem” para externar na tribuna sua contrariedade, convencido de que “não adianta” reclamar dessas incongruências do parlamento. Para ele, isso só pode mudar quando mudar a direção do Legislativo.  

 

CADA VEZ PIOR

A situação jurídica de Lula está cada vez pior, e dificilmente ele conseguirá escapar de uma pesada condenação por parte do juiz Sergio Moro, à frente das investigações na operação Lava Jato. Lula provavelmente poderá recorrer em liberdade, e aí sua sorte estará nas mãos do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

 

NO TWITTER

O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o juiz federal Sergio Moro fomentou um confronto entre seguidores dos dois no Twitter. Nesse duelo, até o fechamento da cololuna, os apoiadores do magistrado estão levando a melhor e colocaram a hashtag #MoroOrgulhoBrasileiro no Trending Topics da rede social no Brasil desde as 10 horas.

Antes o topo da lista era ocupado pela hashtag #LulaEuConfio, que perdeu espaço no momento, deixando de aparecer entre os 10 assuntos mais citados no Twitter Brasil por volta das 11 horas. Contudo, por volta de 13 horas, o grupo que apoia o petista passou a usar outra hashtag #MoroPersegueLula.

 

POLÍTICA

Uma clara sinalização de que Expedito Júnior, o presidente do diretório regional do PSDB rondoniense está determinado a disputar o pleito como candidato majoritário: ele deixou os afazeres pessoais ontem para fazer o que mais gosta: política. Foi cumprir agenda em diversos pontos do estado, reunindo-se com lideranças de segmentos produtivos e também com membros da classe política de municípios importantes.

 

APOIO TOTAL

A simples revelação do suposto “fogo amigo” iniciado por clã tucano seguidor da linha de Aécio Neves foi tratada sem preocupação maior, especialmente depois de ficar claríssimo o apoio que Expedito terá do prefeito portovelhense, Hildon Chaves.

 

BAIXÍSSIMA

Os números de um levantamento sobre a taxa de ocupação dos hotéis de Porto Velho não são nada animadoras. De acordo com o que se divulgou, em abril a taxa foi ligeiramente superior a 30%, uma das piores já registradas desde o ano passado. Prova incontestável de que turismo na capital do estado é uma falácia. E olha que há hotéis anunciando diárias a preços levemente superiores a 50 reais.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: