Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  dom,   20/agosto/2017     
artigos

É estarrecedor verificar como funcionam políticos e partidos no Brasil

20/06/2017 09:28:55
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

FILOSOFANDO

A prática da injustiça acobertada pela impunidade é tão nefasta que destrói aquele alento do fundo da alma, para o trabalho honesto, o exercício do bem, promovendo com isto a inspiração maléfica para a delinquência, a contravenção e a corrupção.IVAN TEORILANG (1951), pseudônimo de Ivan José Teori, poeta, zootecnista e pensador natural de Penapólis (SP).

 

ESTAMOS EM CRISE

Nem parece tão grave assim, mas independente do que dissermos, estamos em crise aqui em Rondônia. Na verdade, a crise é de confiança na política e em seus líderes, independentemente deste ou daquele partido. O maniqueísmo e a antropofagia a que o Brasil foi submetido nas duas últimas décadas acabou por contaminar todas as suas lideranças, e não só as políticas e não só no plano nacional.

 

FEZINHA

No projeto que está na Câmara, o jogo do bicho vislumbra as portas escancaradas para a legalização. É tudo que os bicheiros querem: divorciar o bicho da imagem de crime organizado.

 

OUTROS LANCES

Não dá para prever a decisão do STF nesta terça feira, dia 20. Se o STF acatar o pedido da PGR de prisão para Aécio, a decisão precisará ser confirmada no Senado. Foi o que aconteceu no caso de Delcídio do Amaral, que teve a sua prisão ordenada pelo Supremo e depois endossada pelos senadores.

 

MEXE COM TODOS

Os bastidores políticos estão em tensão máxima. Aécio está no topo da cadeia ou da pirâmide do poder político: ele não se reporta a ninguém acima dele no PSDB; é o chefe no seu grupo. Por isso sua eventual prisão mexe tanto com todos.

 

EM PRETO & BRANCO

Coitado do nosso povo brasileiro: no Congresso mais de 150 deputados enfrentam ações penais ou inquéritos; o mesmo ocorre com cerca de 30 senadores. Quem pode acreditar que o Brasil sairá do fundo do poço com essa classe política?

 

SÓ NA SEGUNDA

A ideia de antecipar os feriados para as segundas-feiras é a primeira da pauta a ser analisada pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) nesta terça-feira (20). De acordo com o Projeto de Lei do Senado (PLS) 389/2016, que tem esse objetivo, feriados cujas datas caírem entre terça e sexta-feira serão antecipados para as segundas.

 

SIMBÓLICAS

A proposta não afeta datas simbólicas como 1º de janeiro, 1º de maio, 7 de setembro e 12 de outubro, nem o Natal, o Carnaval, o Corpus Christi e a Sexta-feira Santa. A medida também não valerá para os feriados que caírem aos sábados e domingos.

 

SÓ EM JANEIRO

Mudanças na concessão de férias pela ALE também podem acontecer se o desejo de um parlamentar, Jesuino Boabaid, obtiver o apoio de seus pares. Segundo consta, o parlamentar pretende acabar com a concessão de férias no mês de Julho, como acontece hoje. A ideia, se supõe, pretende extinguir o recesso parlamentar de meio de ano.

É bom destacar que Bobaid tem demonstrando grande capacidade de articulação na casa a ponto de ter conseguido eliminar a decretação de ponto facultativo na última sexta-feira, em função do feriado de Corpus Christi.

 

ESTARRECEDOR

Tudo leva a crer se tratar de um diálogo de absurdos, mas o quadro descrito por Joesley Batista na entrevista-bomba dada à revista Época, em detalhes, sobre como funcionam políticos e partidos no Brasil é simplesmente estarrecedor, por mais que não constitua, na prática, nenhuma grande novidade para quem milita neste universo.

Para esse colunista, o depoimento histórico, foi construído numa narrativa tão perfeita e minuciosa que parece mais ter sido redigido do que efetivamente contado à publicação.

 

SISTÊMICO

Por se tratar de um depoimento muito verossimilhante é praticamente impossível defender Michel Temer. Através do depoimento dá para se entender como o país mergulhou em tamanho grau de corrupção sistêmico e generalizado tendo como pano de fundo a máquina pública, ao estabelecer como recorte histórico para a máxima degradação do Estado brasileiro o governo do ex-presidente Lula. “O PT institucionalizou a corrupção no país”, é o mínimo que diz o empresário, que de caipira só tem o jeito igualmente estudado.

 

DICA AO PREFEITO

Um dos tópicos mais abordados pelo prefeito Hildon Chaves quando disputou a eleição foi a questão burocrática da administração de Porto Velho em relação ao entrave e dificuldades para a abertura de empresas na cidade. O prefeito se comprometeu a modificar a situação. Certamente ele deve estar trabalhando numa solução para reduzir a burocracia.

Se quiser uma boa dica, pode se espelhar na solução de Campinas (SP), que conseguiu facilitar a vida para quem pretende abrir uma empresa naquela cidade. Com o programa “Via Rápida Empresa”, Campinas, reduziu de 180 para cinco dias o tempo médio para efetuar todos os procedimentos de registro e legalização de empresas.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: