Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  sex,   15/dezembro/2017     
artigos

Na deformada república brasileira políticos roubam naturalmente

18/11/2017 15:21:00
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

FILOSOFANDO

Falam que o tempo apaga tudo. Tempo não apaga, tempo adormece. RACHEL DE QUEIROZ (1910/2003), foi a primeira mulher a entrar na Academia Brasileira de Letras. Foi também jornalista, romancista, cronista, tradutora e teatróloga. O presidente da República, Jânio Quadros, a convidou para ocupar o cargo de Ministra da Educação, que foi recusado.

 

TEMAS ESPECIAIS

Para essa coluna de sábado convido os leitores a conhecer o pensamento de um dos mais importantes jornalistas do país, festejado por décadas como o analista mais independente que a mídia brasileira já teve. Estou falando do grande Hélio Fernandes, a quem abro hoje o espaço da Em Linhas Gerais. Comecemos com as análises do mestre apontando Michel Temer como um grande mentiroso.

 

MENTINDO AO PAÍS

O mais comum e habitual no vice que assaltou a presidência, é o retrocesso. Toma decisões impensadas e sem debate ou profundidade, tem que voltar atrás, o que faz  sem o menor constrangimento. Acabou de completar 18 meses da conspiração parlamentar, falastrão irresponsável e insuperável, não acerta uma.

No inicio da semana, com os deputados liberados de comparecerem de segunda a sexta, (com salários e penduricalhos garantidos, e com passagens aéreas para seus estados, pagas escandalosamente pelo contribuinte), aproveitou a ausência para anunciar reforma ministerial que será (seria) feita com deputados.

 

DE LONGE

Sabendo que não haveria ninguém para contestá-lo, revelou pela TV: "Nos próximos dias, mudarei  17 ministros". Comentei o obvio: "Ele não tem 17 nomes ministeriáveis". Impossível deixar de lembrar a afirmação dele, 48 horas antes da posse: "Assumirei com um ministério de NOTAVEIS". No mesmo dia, há 18 meses, escrevi: "Temer só conhece NOTAVEIS, de longe".

Isso foi confirmado pela mediocridade dos nomeados, alguns demitidos com 6 dias da posse. Não existe um ministro que tenha resistido esses 18 meses. Perdão, permaneceram Eliseu Padilha e Moreira Franco, que não são ministros e sim áulicos. E sabem demais.

 

DESMENTINDO

Aproveitando o feriado (injusto e indevido, essa republica não merece), desmentiu tudo o que revelara na véspera. Os 17 continuarão no cargo, apoiados pelo centrão e evangélicos. Só um ministro será demitido: Antonio Imbassahy, suposto coordenador político. Não sairá por ser do partido espaventado e espadanado que é o PSDB. Temer disse ao presidente da Câmara, "Imbassahy está desgastado". Aloizio Nunes finge de chanceler, mas o ministério do Exterior vive no mais completo silencio, num momento de agitação mundial. Apesar disso e de pertencer ao mesmo PSDB, recebeu a comunicação: será mantido no cargo.

 

PS

Na véspera do feriado, Temer falou na intimidade: "Agora que acabei de derrotar o Supremo duas vezes, lembro que houve um momento em que estive para renunciar".

Quem vai gostar da confissão de Temer é o senador Cassio Cunha Lima, líder do PSDB. Ha 6 meses afirmou publicamente: "Dentro de 15 dias  o país terá outro presidente, Temer vai renunciar".

 Foi muito criticado. Mas sabia das coisas. Os fatos é que se recusaram  a acontecer.

 

CRIMINOSOS DO LEGISLATIVO

Satisfação para a comunidade, aplausos para os 5 desembargadores do TRF2. Por unanimidade determinaram a prisão dos criminosos do legislativo do Estado do Rio. E expediram os mandados de prisão de todos.

 

ABRIU MÃO

Quando o mais alto tribunal, numa sessão vergonhosa e lamentável, contraditória e inconstitucionalmente, abriu mão dos seus poderes, decidindo, "parlamentares só podem ser cassados ou afastados, pelas suas próprias casas", fiquei envergonhado, constrangido, considerando a insensatez do ato e do fato.

A decisão era e é insustentável, principalmente da forma premeditada como aconteceu. Carmen Lúcia, tão respeita e elogiada antes do seu voto de minerva, teve uma participação vexatória. Física e juridicamente, indefensável e insustentável.

 

FAVORECENDO CORRUPTOS

Tudo isso para favorecer parlamentares como Aécio e outros. Contrariando decisões do STF e do próprio Senado, que cassaram e afastaram, por UNANMIDADE, um senador em pleno exercício do mandato. Carmen Lucia tinha um voto escrito de 23 paginas, não sabia o que fazer. Manuseava as paginas, de trás para frente ou de forma inversa. Desorientada, desencontrada, quase descabelada, ESTRAÇALHOU sua BIOGRAFIA, como escrevi na época.

 

REPÚBLICA

No Brasil ela nasceu militar, militarista e militarizada. A belíssima e histórica geração de civis, se empenhou em duas extraordinárias campanhas. Os "abolicionistas" e os "Propagandistas da Republica". Foram todos superados.

Os dois marechais que vieram brigados (como coronéis) da estranha e extravagante "Guerra do Paraguai", se reconciliaram e se apossaram do poder.

Deodoro ficou como presidente que não mandava nada. Floriano como vice imponente, reforçado pelo cargo de Ministro da Guerra, que utilizou com seu estilo autoritário e draconiano. Foram nomeados em 25 de fevereiro de 1891, numa escolha sem povo e sem voto. Basta lembrar como foram recepcionados depois da nomeação.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: