Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  qua,   12/dezembro/2018     
artigos

Além das brigas internas, as suspeitas de corrupção dos caciques enfraqueceram o MDB rondoniense

06/10/2018 03:05:50
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    

 



Clique para ampliar

RESPONSABILIDADE

Somos responsáveis pelo Brasil e pelo futuro do nosso estado. Todos nós queremos um país e um estado melhor para nossos filhos e para a sociedade em geral. Então é necessário insistir no voto consciente da cidadania, pois voto tem verdadeiramente consequência. A qualidade da democracia em que vivemos depende disso: de bons frutos saídos das urnas. É da omissão com o voto consciente que aparece a corrupção permitindo que os maus dominem as instituições representativas. Vamos votar para melhorar o Brasil e melhorar Rondônia.

GAME OVER

Termina amanhã grande parte do jogo eleitoral em todo o Brasil. Em alguns estados deve ocorrer o segundo turno para a escolha de quem vai governar. Em vários outros, de acordo com observadores experientes, é possível a decisão num turno só. E isso também é possível (embora haja controvérsias) para a escolha do próximo presidente da República.

Em Rondônia os analistas mais confiáveis apostam numa decisão final sobre a escolha do governador nesse domingo, dia 7. Pelo menos apostavam antes do fato político determinando o afastamento do candidato do PDT, Acir Gurgacz, da disputa.

TROPEÇO

Ao se inviabilizar a candidatura do PDT surgiram incógnitas pelo fato de não dar para dizer qual será o escoadouro de seu eleitorado. Acir, como se sabe, estava na vice-liderança da corrida sucessória. Se nada tivesse acontecido ele era o único nome com chances de ir ao segundo turno embora estivesse muitos pontos atrás de Expedito Júnior.

Imagina-se que o candidato terceirão, Maurão de Carvalho, pode se beneficiar com a migração dos votos do pedetista. Isso é mera suposição. Certeza só sobre quem perde com o impedimento de Acir Gugacz: os demais componentes de sua chapa. Expedito mantém sua forte liderança e pode, ainda, liquidar a fatura no domingo.

MAL AVALIADO

Dá para sentir conversando com populares especialmente em Porto Velho os principais motivos da perda de força do MDB no estado nas eleições desse ano. As últimas gestões emedebistas de Rondônia foram mal avaliadas pela população. Pesou muito contra o partido as suspeitas de corrupção de seus caciques, as brigas internas que criou uma debandada de suas lideranças históricas, a ponto de obrigar o velho partido a dar legenda para um político sem carisma, sem liderança, sem conteúdo e sem qualquer ligação histórica com o MDB ou com a sigla antecessora, o PMDB.

FALTOU NOME

O neo-emedebista Maurão de Carvalho nunca foi levado a sério nem pelos seus antigos tutores em seu tempo de pupilo de Ivo Cassol. Beneficiou-se do enorme desgaste do MDB, acostumado a disputar eleições sem candidatos próprios ao Executivo, decidiu pela candidatura de governo. Na falta de um nome de peso, o Maurão rejeitado na disputa passada pelo seu grupo cassolista acabou sendo ungido pelos caciques emedebistas.

INSISTÊNCIA

O empresário dono da famosa Eucatur andou afirmando nos potins de ontem que não vai arredar o pé da disputa. Significa que não deverá obedecer a decisão judicial de sair fora do jogo. E significa muito mais: não deverá anunciar uma posição favorável aos demais concorrentes. Então, a adesão de eleitores do PDT por outros candidatos deverá ocorrer por iniciativa de cada um. Verdade seja dita: nessa altura do campeonato não há mesmo condição de se anunciar uma nova aliança.

NÃO MANDA

Enquanto os pedetistas ficam nesse cenário de biruta de aeroporto, sem saber qual rumo a tomar diante da insistência de seu cacique-mor de imaginar ser possível continuar na esperança de um milagre nascido de uma nova incursão judicial, os responsáveis pela candidatura do neo-emedebista Maurão de Carvalho agem como se estivessem ainda perdidinhos e temerosos de um resultado negativo, com a fatura sendo liquidada amanhã pelo tucano Expedito Júnior.

Na verdade em cima da hora como estamos uma determinação do cacique do PDT encaminhando os votos de seus partidários não teria maiores efeitos. Afinal, depois desse desenlace a cúpula do PDT não teria menor de chance de mandar no voto de quem estava com seu candidato à sucessão.

POLARIZADA

A campanha que começou pulverizada com tantas candidaturas terminou polarizada, entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad. Ou seja, o antipetismo e o PT. Cenário mais ou menos parecido com o de Rondônia, onde pulularam um monte de candidaturas. Aqui não houve uma polarização, Expedito Júnior liderou a preferência popular desde o princípio.

Acompanho o cenário político, como jornalista, a mais de 40 anos. Do jeito que vi Bolsonaro crescer e se consolidar, e do jeito que vi a consolidação da liderança de Expedito Júnior, não ficarei nem um pouco surpreso se ambos vencerem no primeiro turno. É claro que ainda não há como avaliar os efeitos da saída de Acir Gurgacz da disputa em RO, onde estava classificado na segunda posição. Mas isso ainda não é o bastante para melar uma vitória em primeiro turno de Expedito Júnior.

SEMPRE ELE

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou soltar o ex-secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná Pepe Richa, irmão do ex-governador do Estado e candidato ao Senado pelo PSDB, Beto Richa. A decisão beneficia ainda outros sete presos na Operação Lava Jato 55, capturados em 26 de setembro.

LIBERADA

Alguns candidatos a deputados federal e estadual de Porto Velho fizeram ontem e pretendem fazer hoje novas manifestações nos principais cruzamentos da capital e, conforme adiantou fonte, realizar caminhadas pelas principais vias com seus apoiadores, na esperança de conquistar eleitores indecisos.

Até as 22h deste sábado, a campanha de rua está liberada, mas vale o alerta de que a 'derrama' de santinho e panfletos em frente a locais de votação é crime e pode dar punições a candidatos, partidos e coligações.

CIRO

Ontem, no cruzamento das avenidas Jorge Teixeira e Calama o PDT promoveu um ato de apoio a favor de Ciro Gomes, no período da tarde. Nas muitas bandeiras não se viu o nome de Acir Gurgacz que foi retirado da campanha por decisão do TSE.

30 ANOS

A Constituição completou 30 anos. Por seu enfoque inédito na garantia aos direitos fundamentais e à dignidade da pessoa humana ficou conhecida como "Constituição Cidadã". A Constituição cidadã igualizou direitos entre trabalhadores urbanos e rurais, estendendo a mesma conduta aos avulsos, avançou nos direitos dos empregados domésticos de forma significativa. Ampliou a proteção jurídica da empregada gestante (seja pelo prazo de licença previdenciária de 120 dias, seja pela garantia de emprego, com prazo de até 5 meses após o parto).

Ampliou o prazo de aviso prévio para 30 dias, estendeu o FGTS para todos os empregados, ampliou o acréscimo rescisório, minorando os reflexos negativos da rescisão contratual para o empregado. O aniversário da Constituição foi ontem, data que merece as mais sinceras comemorações.




Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: