Anuncie:  

Debate do Mês

Data: 20/5/2011

Que benefício trará para o povo a ida de deputados rondonienses para Santa Catarina?



Colunistas
Receba as matérias do site em seu e-mail

Cadastrar
Cancelar Cadastro

 

Porto Velho,  seg,   16/dezembro/2019     
artigos

Parabéns Porto Velho pelos seus 105 anos de fundação

02/10/2019 14:51:05
Gessi Taborda
Comente     versão para impressão     mandar para um amigo    



FILOSOFANDO - “De lead, por lead, o jornalismo faliu. E por isso há quem preste homenagem a qualquer moçoila pelo simples fato dela ter tomado assento na bancada de um telejornal famoso. Bom para quem quer ser celebridade e não jornalista de fato”. Gessi Taborda, criador da coluna (a mais antiga de RO) e jornalista aposentado. 



Clique para ampliar
EDITORIALZIM
Porto Velho, a nossa querida cidade, completou ontem (02/10) 105 anos de existência. Nada mais justo que parabenizar o povo portovelhense, gente de bem, guerreira, honesta e batalhadora que, com seu trabalho diário, constrói o desenvolvimento do município e dentro das suas possibilidades não mede esforços na busca de melhores dias para a capital dos rondonienses.
Nosso desejo é que cada munícipe seja um ponto de apoio na constante construção de uma Porto Velho melhor, que através de valores sólidos ajudem a preparar as crianças e jovens para este processo contínuo de transformação que o nosso município tanto precisa.
Parabéns a todos que diariamente cumprem sua missão, contribuindo assim com o desenvolvimento do município; buscando sempre novos projetos e aceitando o desafio de fazer mais e melhor; não perdendo de vista os anseios da comunidade, mostrando assim que não existem fronteiras ou limites para alcançarmos nossos objetivos; existem sim barreiras e desafios que serão transpostas sempre que for da vontade daqueles que governam e principalmente, se for fruto do anseio do nosso povo.

TURISMO
Para comemorar mais uma aniversário da cidade de Porto Velho, a prefeitura organizou uma festa do Mercado Cultural. É uma opção de lazer, mas não baliza muita coisa se pensarmos em turismo, o que é uma pena.
O turismo é renda, é emprego e é oportunidade. E Porto Velho é uma cidade privilegiada e com forte vocação para essa atividade. Uma cidade com a sorte de ser banhada por um Rio Madeira é, por si só, uma cidade privilegiada nesse sentido.
Tomara que a comemoração de mais esse aniversário estimule a apresentação de projetos para conseguir aporte financeiro para obras de infraestrutura turística que nos permitam atrair novos visitantes, movimentar a economia do setor de serviços e ampliar a disponibilidade de postos de trabalho.

TRABALHO
O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, afirmou que nesse aniversário de 102 anos a capital está vivendo um momento muito especial de sua gestão “com a superação de antigos desafios de décadas”, especialmente em segmentos como o da pavimentação e o do transporte escolar.
Hildon reforçou as dificuldades encontradas quando assumiu a prefeitura, diante das finanças erodidas e com o município entrando em bancarrota: “Tenho convicção de que fizemos muito nos últimos anos e temos ainda muitos planos a serem postos em prática antes do término desse mandato”.
Para o prefeito, “governar é a arte de conciliar interesses, de fazer mais com menos e de priorizar o que é bem coletivo. É isso o que me norteia todos os dias”, acentuou.

PERMANENTE
O prefeito falou sobre o momento atual e futuro da gestão: o trabalho é permanente. Esse foi um ano difícil, mas de muito aprendizado e de muitas conquistas. Fizemos muito do que tínhamos nos proposto fazer, mesmo com as dificuldades impostas pelas dificuldades da economia do próprio país, circunstâncias em que o setor público caminha num ritmo diferente. Mas acredito que o nosso mandato reserva ainda muitas coisas boas para Porto Velho, sublinhou.

ECONOMIA
O prefeito ressaltou mais uma vez que “mesmo com o país em crise, equilibramos as contas públicas, recuperamos o patrimônio, recompusemos a frota e devolvemos a credibilidade de Holambra junto às diferentes esferas de governo, aos empresários e investidores”.
Isso significa que as obras em andamento serão todas concluídas e várias outras obras de porte serão iniciadas. A cidade finalmente está organizada, com poder de investimento e em pleno processo de desenvolvimento.

SUGESTÃO
As pessoas estão cada vez mais atentas aos problemas de infraestrutura da cidade. E não só atentas, mas desejosas de participar na busca de soluções. Esta semana, nas redes sociais Manuel Português, figura presente constantemente no Face, deu uma sugestão que deveria ser estudada pelas autoridades: transformar o Hotel Vila Rica, que está fechado, num hospital. Talvez seja uma solução mais viável do que a construção de um novo hospital.
Outra sugestão anotada: usar a estrutura inacabada do falido shopping que fica em frente ao Cemetron como a nova rodoviária da cidade. Possivelmente uma solução mais barata do que a construção de um novo terminal rodoviário.

CUIDADO
É só uma constatação. Os piores e mais perigosos motoristas no trânsito da cidade são aqueles que andam com faróis acesos durante o dia. Atuam como autênticos mocorongos.

JACARÉ
A observação é do arguto jornalista Valbran Júnior. Segundo ele, começou a fazer água o projeto de sustentabilidade da comunidade ribeirinha do Lago Cuniã, aqui no município de Porto Velho, destinado ao manejo e abate controlado do pirarucu e jacaré. Conta o experiente repórter que nesse ano a cooperativa de Cuniã não produziu um centavo sequer para os pescadores e demais associados.

SÓ O PSOL
A Medida Provisória que facilita a alienação de bens apreendidos de traficantes de drogas foi aprovada. O único partido que não votou, foi o PSOL, que obstruiu a votação. Ora, ora, quem financia o PSOL? Essa é a pergunta que não quer calar!

LULA
É um surrealismo. Lula não quer sair da cadeia. Ele sabe que fora do xilindró corre o risco de ser "suicidado" pelo partidão se não tiver qualquer serventia a não ser se tornar um "mártir da causa operária". Ficará atuante enquanto o dinheiro surrupiado estiver abastecendo a imprensa ninja. Depois...

PLACAS
A avenida Calama, no trecho compreendido entre a Rio Madeira e Jorge Teixeira, está cheia de placas de “proibido estacionar”. Não adianta nada. Ninguém respeita e não há qualquer fiscalização. É isso que complica o trânsito, principalmente nas horas de maior fluxo. Isso precisa acabar se a cidade pretende ser uma urbe moderna.

PIORES
O Brasil tem mais assassinatos que países dominados por grupos terroristas fundamentalistas. As facções do Brasil conseguem ser piores que grupos terroristas islâmicos.



Nenhum comentário sobre esta matéria

Mais Notícias
Publicidade: